JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

24 de abr de 2012

Diário de um Estudante – Estou envergonhado!

Estudantes sofredores, uni-vos! (o dono do blog gostou da minha introdução e pediu para começar sempre assim) Dia de resumo e dia de novidades, FINALMENTE EU COMECEI A ESTUDAR! Mas, antes que comecem a tocar as trombetas da glória, eu tenho que confessar que comecei, mas não dei o seguimento que gostaria e deveria. Mas já é um começo. Acredito que no dia que abrirem as inscrições para a próxima prova eu comece a sentir o medo e pânico que eu deveria estar sentindo agora, e com esse sentimento, certamente eu vou me dedicar mais aos estudos.
É como sempre dizem: “a gente só se mexe quando a água bate na bunda”, e acho que a água atingirá este patamar no dia da inscrição, que desta vez farei no primeiro dia. Por enquanto eu não estou sentindo a pressão, e estou me sentindo culpado por isso, porque sei que deveria estar estudando, me dedicando, deixando de sair, deixando de dormir, de ensaiar (eu tenho uma banda), de viajar (viajarei no feriado de maio), mas eu não tenho essa preocupação ainda e isso me assusta, porque todas as pessoas que estão se preparando para a prova ou até mesmo aqueles que já fizeram me dizem que estou atrasado, que não vai dar tempo, que um mês e meio para repassar 5 anos é muito pouco. E no fundo eu sei que é pouco, e todos os dias antes de dormir eu penso, caramba, menos um dia, se eu fosse um presidiário este pensamento seria perfeito, mas ele não se encaixa no perfil de uma pessoa que está se preparando para a OAB.
Falando agora dos estudos, eu realmente comecei, comecei pelo que já havia escrito, sentei no silêncio da tarde abri o site do STF, abri o meu gravador de voz e comecei a ler a Constituição Federal, parei no artigo 30. Parece pouco, mas não é, principalmente se considerarmos que o artigo quinto tem inciso pra caramba. Então eu achei que fui bem para um primeiro dia, mas depois disso…
Reticências mesmo… Não voltei a estudar e não passei a gravação para nenhum aparelho que eu pudesse ouvir em um tempo livre.  ESTOU ENVERGONHADO! Não sei se vocês sabem, mas essa imagem que ilustra a minha postagem é conhecida na internet como facepalm, que em uma tradução semi literal seria "mão no rosto", mas o seu significado é que importa mais, ela expressa a vergonha (alheia ou não), sabe quando seu amigo faz uma baita de uma cagada e a única coisa que você é capaz de fazer é levar a mão até a testa e dizer: "putz"? 
Então, Facepalm é isso e vocês farão isso ao constatarem que não estudei de novo. E o pior é que já percebi que esta imagem me perseguirá por várias postagens.  
Acompanho a repercussão de meus textos aqui no N.E.D. , a cada 15 minutos eu entro pra ver quantas pessoas curtiram, quantas pessoas compartilharam, quantas pessoas comentaram e leio todas as mensagens que o Livan me encaminha e que são enviadas pra ele através do e-mail ou de mensagens via fanpage do blog. Percebi que muitas pessoas se identificaram comigo, percebi que não sou o único, que não estou só, ou seja, tem um monte de preguiçosos como eu.
Já adianto à todos que na semana que vem não terei nenhum tipo de novidade, porque tem feriado prolongado e eu pretendo passar alguns dias no litoral paulista e consequentemente não vou estudar nestes dias, mas se servir para amenizar minha culpa, estou tentando convencer o dono do blog, que é advogado a ir junto, pelo menos assim, quando estivermos alcoolizados a gente pode discutir sobre a legalidade do aborto anencéfalos, a maioridade penal e outras coisas que obviamente não terão utilidade na prova da OAB, mas pelo menos eu me sentirei menos culpado porque em algum momento da viagem eu falei de Direito. (vamo Livan, é pra Ubatuba)
Semana que vem tem mais (do mesmo)


Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism