JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

27 de abr de 2012

Reclamatório - Criminalista não é bandido!


Povo da Nação Fundística, essa semana o N.E.D. tá trazendo muitas colunas e poucas (nenhuma) matérias, mas prometo que semana que vem eu compenso isso, mas só na quarta feira, porque né, temos um feriado aí. Mas enfim, como eu tinha dito, ia haver uma divisão de colunas aqui no N.E.D. porque eu perdi o foco e comecei reclamar na coluna que era pra falar da vida de um advogado, assim, hoje  a coluna que começou no “Diário de um Dotô” mas que de diário de advogado não tinha nada agora passa a se chamar “Reclamatório”! Lindo nome né... Eu que inventei! Palmas pra mim por favor!
Então... Depois que eu fiz o post falando dos preconceitos entre os advogados choveram mensagens comentando o tema, foi uma pancada de gente falando mal de advogados criminalistas, “gente que defende bandido não merece respeito”, “criminalistas são tão bandidos quanto os clientes que eles defendem”, “advogado que defende estuprador não tem caráter e merece apodrecer na cadeia”, “tenho nojo de advogado que mente pra livrar a cara de um pedófilo”.
O que mais me assustou nestes comentários é que a grande maioria deles vieram de outros advogados ou de estudantes de Direito.
Seus “bandiburro” depois que não passam na OAB ficam ai reclamando né! Mas porra gente, quem foi que disse que é proibido defender criminoso de alta periculosidade? E ó que eu nem vou entrar naquela de que políticos que desviam dinheiro da merenda escolar ou empresários que sonegam impostos são tão bandidos quanto, porque isso cansa!
Putaquepariu, vocês sabem qual é o papel do advogado mesmo? O papel do advogado não é inocentar um pedófilo, o papel do advogado não é fazer um estuprador cumprir a pena em liberdade.
O papel do advogado criminalista é garantir que o acusado tenha uma pena justa, de acordo com o ato que tenha praticado.
E outra seus iletrados, quem tira bandido da cadeia não é o advogado, é a lei! Se vocês acham injusto um assassino responder pelo seu crime em liberdade não reclamem do advogado criminalista, RECLAMEM DA PORRA DA LEI QUE É FROUXA!
Agora, falar que tem nojo de advogado que mente pra inocentar, OK! Concordo, mentir não é papel do advogado!
Mas né, pense bem, você, advogado trabalhista, você nunca contou uma mentira numa audiência né? Você nunca disse que o reclamado sempre deixava o reclamante fazer uma hora de almoço por dia, quando você mesmo sabia que ele não deixava? Você também mente meu caro!
- Ah mas a minha mentira é mais leve, meu cliente não matou ninguém!
Até pode ser, mas pra mim, não existe mentirinha e mentirona, existe MENTIRA! Então não julgue amigão!
Agora só pra terminar vamos para um exemplo prático: Você advogado societário rico e fodão (que acha que advogado criminal é mal caráter) pega a sua esposa ruiva de olhos verdes no salão de beleza, você observa que ela está linda com um rabo de cavalo caprichado e lindos brincos de argola, dali vocês vão comemorar o aniversário de casamento, você pede um filé mignon ao poivre e sua esposa gostosona pede um talharim à parisiense, como você é fino e superior, você pede o mais caro dos vinhos pra acompanhar o jantar, conversa vai conversa vem, você relembra do tempo em que faziam sexo todos os dias, e ela relembra de quando você abria a porta do carro pra ela entrar, como o papo estava bom, você pede mais uma garrafa de vinho, e fechando a noite com chave de ouro, morangos frescos acompanhados do mais fino champanhe Dom Pérignon, só que aí, no caminho daquele chalé romântico em que vocês iam passar a noite você atropela e mata um pai de família que estava voltando do trabalho. Neste momento você passou a ser um assassino, pois usou o seu carro como uma arma, assim como um assaltante usa um “treizoitão”.
Sabe quem vai te defender?
UM ADVOGADO CRIMINALISTA QUE ATÉ ENTÃO VOCÊ CHAMAVA DE MAL CARÁTER!

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism