JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

24 de mai de 2012

Reclamatório – Chinelo e Regata

Salve, salve pessoas lindas da nação fundística.
seaSuitSurf
Todos nós sabemos que o universo jurídico e tudo o que gira ao seu redor vem revestido de muita pompa e circunstância, são muitos rituais, são muitas exigências e sabe-se lá quantas formalidades são exigidas para que alguma coisa aconteça. Nas faculdades os professores tratam os alunos por senhores e senhoras, ou pior, por doutores e doutoras, nos fóruns é um tal de excelência pra cá, doutor pra lá e assim vai.

Alguns tem que usar toga, e TODOS tem que usar terno, sem exceção. Neste ponto sinto uma enorme inveja das mulheres que podem ir para as audiências com seus vestidos com os joelhos à mostra, com saias pra lá soltinhas  “fresquinhas”, não, eu não tenho inveja de ir trabalhar com roupa sensual, eu tenho inveja de poder usar uma roupa mais confortável.

Porra, tem dias que a temperatura passa dos 40 graus e a gente tem que estar impecável, terno bem cortado, camisa passada, gravata com o nó perfeito, sapato brilhando e tudo mais.Pra mim, estar impecável é um suplício, porque moro sozinho, então o bem passado nunca é bem passado, o sapato nunca está brilhando e via de regra se estiver calor e você me ver de paletó, é certo que eu sai de casa com a camisa sem passar.

Mas, pelas voltas que o mundo dá, eu vim parar em um mundo menos rigoroso. afinal de contas advogados tributários não participam de muitas audiências, e por muitíssima sorte no escritório aqui em Campinas nós não recebemos clientes, assim eu posso trabalhar um pouco mais à vontade algumas vezes, (tomara que ninguém do escritório de São Paulo leia isso) obviamente que este bem à vontade nunca é uma bermuda e um chinelo, exceto aos sábados, mas durante a semana este à vontade é sempre jeans e camisa… Mas é melhor que nada.

Porém… ao que tudo indica, para algumas pessoas você só é advogado quando está de terno, afinal foi assim que foram ensinados.

De repente chega no fórum um ser vestindo jeans, camisa e tênis e pede pra ver um processo. A primeira pergunta que se ouve é: você é advogado?

Acreditem, se eu estivesse de terno não fariam esta pergunta!

Tudo isso porque algum europeu filho da puta achou que dava pra trazer para o Brasil os mesmos costumes que eles tinham por lá, apesar de lá fazer MENOS 30 graus no inverno, enquanto aqui na mesma estação, quando o termômetro marca 15 graus a gente já tá “batendo os dentes”.

Eu fico pensando, porra porque será que as pessoas que riscaram as primeiras leis e regras do Direito Brasileiro não vieram do Havaii? Seria legal né?

Aloha Excelência!

Mas olha que se nos liberassem do uso do paletó já seria uma coisa bem linda. Já li que em algumas cidades os juízes de estâncias inferiores dispensavam o uso de paletó nos dias de maior calor. E vi críticas quanto à isso. Aqueles velhinhos que usam anel de rubi no dedo em nome da tradição dizem que permitir uma audiência sem que o advogado esteja devidamente trajado acaba com a tradição, e abre espaço para novas mudanças! 

Ah meu senhor, vá acordar cedo pra varrer calçada ou vá disputar uma partida de dominó e pare de encher o saco!

Mas existem ainda aqueles que não se enquadram na categoria dos velhinhos acima, e que ainda assim acham um absurdo. Dia desses estava no fórum, quando vi um advogado carregando uns 15 processos, o coitado suava até pelo céu da boca e eu querendo ser simpático tentei puxar assunto e disse: “calor hein, é foda usar terno com esse sol né!”

E o cara disse: não acho, tô acostumado.

Ai eu fiquei puto com a arrogância do cara, que claramente estava se fodendo, suando mais que tampa de panela, mas não queria dar o braço à torcer , e disse: ah se pudesse vir com roupas mais leves eu toparia na hora.

E ele pra lá de puto disse: ah então por você o melhor é fazer audiência de chinelo e regata!

- Porra, se pudesse!!

Respondi e fui embora "sequinho e arejado" em minha camisa polo cor de rosa, enquanto ele se fodia num terno preto!


Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism