JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

17 de mai de 2012

Reclamatório – Homofobia?

Pessoas lindas do mundo jurídico, hoje é dia de meter a mão em vespeiro, hoje é dia de tratar de um assunto delicado, e que muita gente tem medo de abordar. Mas aqui é o N.E.D. e a gente não foge da briga. E falando em briga, essa semana eu acho que vou comprar briga com algumas pessoas!

1317arco_iris

Dias atrás passou uma reportagem num jornal aqui de Campinas que mostrava as técnicas dos garçons para impedir que seus clientes se beijassem dentro dos bares e restaurantes da cidade. (não achei a matéria que passou na TV, pra ilustrar o texto). Só posso concluir que o mundo tá ficando chato pra caralho! Afinal, não é uma tática desenvolvida para impedir que clientes se beijem como se no motel estivessem, nada disso, as táticas são usadas para impedir simples beijos! Sério…

Segundo relatos dos garçons, eles tem ordem expressa para se aproximar de um casal que esteja se beijando  e de algum modo terminar o ato de amor, seja questionando se está tudo em ordem com o serviço ou perguntando se o casal deseja mais alguma coisa, enfim, só faltou o balde de água fria, mas, se mesmo assim a técnica não der resultado, os garçons tem permissão para pedirem ao casal que interrompam os beijos!

Enquanto passava a matéria na TV um amigo muito fino e educado me disse ipisis literis: “se fossem dois viados se beijando isso ia dar um rolo do cacete”

E não é que ele está coberto de razão?

Explico. Atualmente tudo é homofobia, tudo é bullying. Tá na moda ser vítima, tá na moda ser minoria e ser perseguido, mesmo que você não tenha sido alvo de nenhum preconceito. Voltemos ao exemplo da matéria, SE por acaso um garçom pedisse a um casal de homossexuais que interrompessem os beijos no local, imediatamente surgiria uma enorme bandeira com as cores do arco íris, as pessoas iam dizer que o garçom é homofóbico e que eles estavam discriminando um casal gay que apenas demonstrara seu afeto de modo comportado e não diferente dos casais “normais”.

Não quero dizer com isso que não existam pessoas preconceituosas, e que alguns (ou muitos) homossexuais não sofram preconceito, não é isso! O que eu quero dizer é que o fato de você ser gay, não te faz diferente de ninguém no que diz respeito à direitos e deveres. Acho um absurdo leis que deem uma maior proteção aos homossexuais. (isso está em projeto) Pra mim, uma lei que prevê pena maior para um criminoso que matou um homossexual, em relação a um criminoso que matou um heterossexual é uma lei IDIOTA e PRECONCEITUOSA! Já não tem na lei as causas que majoram a pena em razão de motivo fútil? Isso já basta!

Ora, porque a vida de um homossexual tem que valer mais que a minha? Porque? Elas não devem valer mais, e NEM MENOS! Vidas são sempre vidas, e devem ser respeitadas acima de tudo, independente da sua orientação sexual. Não se pode valorar a importância de uma vida. Concordo que devem existir leis que punam severamente pessoas que pratiquem qualquer tipo de preconceito, INCLUSIVE contra homossexuais, mas contra o PRECONCEITO, não contra assassinatos. (ficou difícil de entender, mas eu vou tentar explicar). Atualmente se você chamar um negro de macaco, você será preso, mas se você chamar um homossexual de “viado” ou de “bichinha”, não acontece nada! É isso que eu defendo, leis que protejam este grupo de pessoas deste tipo de ofensa barata, porque com relação a agressões e assassinatos, as leis já existem, (inclusive com agravantes e causas de aumento de pena) e não foram e nem devem ser feitas para proteger o homossexual, mas pra proteger o SER HUMANO!

Além disso, muitas pessoas abusam deste “direito” de ser homossexual para se dizerem humilhadas. Recentemente, estava eu comprando umas nhá bentas para suprir a falta de sexo meu vício em tal iguaria, quando uma senhora muito garbosa por sinal começa a maior gritaria, se dizendo vítima de preconceito e queria a polícia no local imediatamente, pois estava sendo vítima de preconceito! Naquele momento eu pensei, ué uma loira sofrendo preconceito? Até que entendi que ela dizia que o garoto que estava no caixa não queria aceitar a compra dela porque ela era homossexual (desculpem por repetir tanto essa palavra, mas não sei se posso usar gay para homens e mulheres) e o rapaz do caixa com uma puta cara de assustado dizendo: NÃO É ISSO… É O SEU CARTÃO QUE NÃO PASSOU! E ela insistia, claro que não é o cartão, você é homofóbico, você viu a foto dentro da minha carteira quando fui te dar o cartão e agora você não quer me vender! Você viu a minha pulseira! (ela usava uma pulseira com as cores do arco íris) E ele só negava e dizia, olha aqui: tá falando que a senhora não tem saldo!!!!!! E ela repetindo, claro que eu tenho saldo, você é que tá apertando algum botão ai só pra não me vender, porque você não gosta de mim!

Confesso que por um momento pensei em ir até lá e dizer, “minha senhora, antes de fazer compras tira a PORRA DE UM EXTRATO DA SUA CONTA”, mas fiquei com medo que ela também me acusasse de homofobia, assim, paguei minha compra e saí sem saber o resultado do embate! Mas aí me veio outra coisa à cabeça…No meio da briga ela disse que aquilo tudo era porque o caixa não gostava de gays e eu pensei, mas porque raios eu tenho que gostar de todos os homossexuais do mundo? Eu tenho essa obrigação?

Claro que não! Eu tenho a obrigação de respeita-los, GOSTAR EU NÃO PRECISO! Eu posso escolher não ter amigos gays, não posso? Eu tenho o direito de pedir que outro vendedor me atenda se perceber que o atual é gay?  NÃO!!! Eu tenho o direito de pedir que meu chefe demita um colega de trabalho porque ele gosta de homens? CLARO QUE NÃO! Mas isso não quer dizer que eu tenha necessariamente me tornar amigo de um colega de trabalho de orientação sexual diferente da minha! Eu sou chato pra caramba e isso é motivo para que algumas pessoas não se tornem meus amigos… É um direito deles! Então basta que eu o respeite e respeite as sua escolhas e assim seguiremos sem maiores problemas! Mas se eu tenho direito de escolher minhas compras, minhas roupas, meu carro, porque eu não posso escolher meus amigos? (este exemplo pode ser ridículo, e não reflete as minhas atitudes, só que não condeno quem as tenha, seja por questões religiosas, por questões morais ou porque eu simplesmente tenha medo que qualquer brincadeira seja interpretada como preconceito). Eu quero que ter a liberdade de andar com quem eu quiser!

Então meus queridos amigos homossexuais, quando uma pessoa falar que você é “chato pra caralho” antes de levantar a bandeira contra o preconceito e dizer que foi ofendido porque é gay e isso é uma pura demonstração de preconceito, verifique se realmente você não é CHATO PRA CARALHO!

Assinatura Livan

Este foi o texto mais difícil de todos até hoje, procurei ser o mais sutil possível e dentro da minha ignorância não ofender ninguém. Mas se você for entrar aqui com o “rico” argumento: “quero ver o dia que você tiver um filho (a) homossexual”, nem precisa perder seu tempo porque eu não vou te responder!

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism