JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

27 de jun de 2012

Extra Petita – Inveja branca é o cacete!

zeca_pimenteiraBlogSalve salve pessoas lindas, garbosas e insistentes do mundo jurídico, o velho deitado "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura” é porreta mesmo e atendendo ao pedido de alguns de de nossos mais fieis e assíduos leitores que estavam enchendo o meu saco pedindo pra que o N.E.D. tivesse uma coluna que falasse de assuntos variados e que fugissemos do óbvio, que é falar de direito, leis e afins.

Com isso, nós inauguramos hoje a coluna Extra Petita,  sob o risco de sermos criticados por muitos que vão dizer que este blog não é como antes e que a gente daqui a pouco tá postando receita de bolo e esquecendo do mais importante. ACEITEM!!! parem de reclamar porque não vai adiantar.

Só que eu não sou escritor, então não faço ideia do que escrever, então pedi ajuda para o pessoal do facebook para a escolha do tema inicial (aliás esta coluna será sempre assim, vocês é que vão escolher o tema) e as sugestões foram as seguintes: relações pessoais, casamento, namoro, sexo, Carminha dando um fincão na Nina (não entendi), morar sozinho, finais da Eurocopa, sexo e pessoas invejosas.          

Se você for um leitor astuto vai perceber que o tema escolhido foi pessoas invejosas, que na verdade eu acabei adaptando pra falar de inveja. Até mesmo porque algum tempo atrás uma outra pessoa pra lá de linda e especial me pediu pra falar da tal “inveja branca”, mas eu não conseguia encaixar o tema em nada jurídico, mas agora dá e junto tudo aqui e começo a coluna de hoje. Boa Sorte pra mim!

Certamente você conhece algumas pessoas invejosas, aliás, como dizem: invejoso, puxa saco, formiga e corintiano você encontra em todo lugar, então você já se deparou com alguma situação em que alguém cobiçava algo de outrem e isso pra mim até então era considerado inveja, mas confesso que tive um pouco de dificuldade em definir o que é inveja e por não conseguir identificar sozinho, fui ao dicionário procurar a definição deste sentimento e lhes apresento agora:      

"Desgosto ou pesar pelo bem ou felicidade de outrem, desejo violento de possuir o bem alheio."       
Confesso que antes de ler o dicionário, não sabia que inveja era só quando você tem um desgosto ou desejo violento por querer alguma coisa, eu achava que o simples querer algo que alguém já possui era inveja, mas não é. Fiquei feliz com isso, porque então acho que não sou invejoso. Quer dizer, tenho inveja do Fernando Alonso e do Brad Pitt, e sinto um desgosto quando vou para o escritório e penso, “mas que merda, o Alonso deve estar na pista da Ferrari pilotando um carro de formula 1”, ou então quando acordo sozinho na minha cama de casal que faz mais barulho que meu carro e penso: “porra, neste momento o Brad Pitt deve estar dormindo de conchinha com a Angelina Jolie”. Amigo leitor, isso dá uma tristeza! Sou invejoso. Foda-se! Mas sou um invejoso moderado.              


Eu não sou do tipo que é adepto do “quem desdenha quer comprar”, se um amigo meu troca de carro e é um carro que eu acho bacana, eu vou dizer que o carro é bacana e dar os parabéns pela compra, jamais vou começar a dizer que ouvi que o carro não presta, que o motor é fraco e que quando quebrar alguma peça o carro vai ficar enroscado na oficina… Não faço isso! Se um amigo começa namorar uma garota de corpo escultural, detentora de um lindo sorriso, que tenha um papo divertido e cativante, eu não vou dizer pro cara que ela tem jeito de piranha e é melhor ele pular fora porque ela é chave de cadeia só porque eu tô com inveja do cara!  Eu vou dar os parabéns e pronto! Ainda que eu queira um carro igual ou uma namorada tão gostosa quanto, eu não vou falar mal só pra me sentir bem por não ter essas “coisas”.

Mas, contudo, porém, entretanto nós sabemos que existem uns filhos da puta assim no mundo, que não aguentam ver o sucesso alheio que já botam defeito. Você compra um carro novo e o filho do cão diz assim pros amigos: “deve estar vendendo droga pra comprar um carro desses”, você sai com um cara lindo e gostoso e a sua vizinha vai dizer pra todo mundo que antes de ficar com você o gatão deu em cima dela. É mentira da vizinha, mas ela falou isso porque ela queria estar no seu lugar.  Foi promovida no emprego, alguém vai dizer que você “está dando pro chefe” e assim por diante. Então, eu acho que inveja é uma característica das pessoas fracassadas, das pessoas que não lutam pelos seus objetivos e por isso acham mais fácil desvalorizar o sucesso alheio.              


Quer ver uma coisa que me deixa irritado: falar que tem invejinha, ou então falar que tem inveja branca! Porra, invejinha? Inveja branca? Primeira coisa, invejinha é coisa de ….…. deixa pra lá, melhor evitar isso pra não causar descontentamento entre meus leitores, e porra, INVEJA BRANCA, inveja agora tem cor? Então a inveja branca é legal e a preta é a do mal? Olha o preconceito ai seu zé roela!                


Não tente limpar a sua barra dizendo que inveja branca é uma coisa legal e que não tem maldade nenhuma, afinal você simplesmente acha legal a sua amiga estar numa praia paradisíaca, cujas fotos ela acabou de postar no facebook, amiga pare de querer ser politicamente correta, falando invejinha ou inveja branca. Admita a sua inveja e fale que tá com uma puta inveja dela, se a pessoa for sua amiga ela vai entender e não te achar uma traíra por isso, até porque não é exclusividade de ninguém ir para Morro de São Paulo por exemplo, assim, é muito mais legal dizer de uma vez que queria estar lá e pronto, mas por favor, não me venha com essa de inveja branca, porque essa porra não existe!          
Beijo!


Se quiser sugerir um tema é só deixar nos comentários aqui embaixo.
Assinatura Livan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism