JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

5 de jun de 2012

Papo de Boteco - Vai de bicicleta!


Com as recentes quedas de crescimento na indústria e na economia do país, o governo federal repetiu uma velha fórmula: reduziu o IPI dos carros nacionais, reduziu o Imposto Sobre Operações Financeiras – IOF para financiamentos e aumentou o prazo para comprar os veículos a longo prazo.

Só que fica a pergunta: Mais carros para se colocar a onde?!

O transito nas grandes cidades não suportam mais carros. Isso é um fato. Hoje as grandes cidades estão saturadas de veículos, e este modelo de "um carro por pessoa" parece ter chegado ao seu limite. Fora isso, temos os gastos com manutenção e construção de novas ruas, novas rodovias, etc. Sem entrar na questão do aquecimento global, e na demanda crescente por combustíveis.

Vista como peça estratégica na economia de muitos países pelo mundo, a industria automobilística gera muitos empregos diretos e indiretos e recolhem grandes quantias em impostos. E com certeza deve ser estimulada, mas não é o único setor. Esse presente dado pela Dilma e pelo ministro da fazenda Guido Mantega para as montadoras poderia ser estendido por exemplo às empresas ferroviárias.

E por que não estimular o mercado de bicicletas?

Hoje não só o Brasil, mas o mundo precisa de alternativas para os meios de transporte. E estimular os mercados que possam ao menos tentar trazer esta alternativa seria uma forma muito inteligente a ser explorada. Vamos pensar mais.


Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism