JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

14 de jun de 2012

Reclamatório – Advogado ou Juiz?

4353429420_db7af95f01Pessoas lindas da Nação Fundística, eu já estou ficando sem ideias pra escrever coisas que tenham alguma ligação com o universo jurídico, então eu ficaria muito grato e contente se os leitores mais inteligentes do mundo (vocês) mandassem sugestões para as próximas colunas, senão vocês correm o risco de chegarem aqui na semana que vem e serem obrigados a ler uma coluna falando sobre relacionamentos… Então se você quiser sugerir algum assunto não se acanhe, mande um e-mail, um tweet ou uma mensagem pelo facebook

Essa não é a primeira vez que uma coluna que eu escrevo me dá “assunto” pra escrever outra, e esta semana não foi diferente, na coluna Diário de um Doutô eu escrevi que alguns amigos não tinham o perfil de advogados, mas que provavelmente se dariam bem como juízes ou em outro cargo público, e apesar da ressalva que fiz no texto choveram e-mails reclamando do que escrevi, algumas pessoas elogiaram, mas a maioria reclamou (só pra variar)e se eu pudesse juntar e resumir todas as reclamações que me enviaram em um único e-mail ela seria mais ou menos assim: 

“Livan, você é um babaca que só fala isso porque nunca conseguiu passar em nenhum concurso público e por esse motivo vai morrer ganhando salariozinho de merda como advogado empregado e continuará sendo um blogueiro frustrado, enquanto eu serei juiz e um dia você vai ter que entrar na minha sala pra despachar um processo e eu vou dar risada da sua cara”. 

Então, tomando por base tal mensagem eu começo minha coluna de hoje e suspeito que o bicho vai pegar porque eu vou jogar m&%#@ no ventilador e serei duramente criticado por isso. Como  alguns de vocês não sabem ou porque não acompanham diariamente o blog ou porque não querem ler simplesmente por me acharem chato, eu preciso esclarecer que eu já fui funcionário público por mais de 4 anos e pedi pra sair!   Então quem escreveu que eu só falo isso porque sou frustrado por não conseguir passar em um concurso, desculpaí tá, mas você se enganou. 

Além disso, eu pessoalmente ODEIO esse pensamento de gente que acha que ser funcionário público é o ápice de uma carreira profissional, acho isso de uma "pequeneza enorme", mas tão grande que chega a me dar raiva.  Eu, enquanto servidor público federal cansei de ouvir a seguinte frase: “ah agora você é funcionário público, tá com a vida ganha” 

Porra, vida ganha aonde? Se vida ganha pra você é ser funcionário público, ganhar por exemplo R$ 5.000,00 por mês, comprar o seu apartamento financiado pela Caixa Econômica Federal em 30 anos, andar com um carro popular  e ficar esperando a aposentadoria chegar, me desculpe, mas você é um pau no cu! 

Sei que falar isso no Brasil e na atual situação econômica que vivemos é meio pesado, afinal, acho que 80% da população brasileira (sendo generoso com a porcentagem) não ganha um salário de cinco mil reais por mês, e se levarmos em conta que o salário mínimo hoje não chega nos R$ 700,00 fica mais difícil ainda entender o que eu quero dizer, mas é isso mesmo! 

Se você fica satisfeito e contente, parabéns! EU NÃO FICO! 

Para mim, isso é pensamento de gente acomodada, que quer passar em um concurso público e esquecer da vida profissional, afinal o mais importante você já conseguiu, que é virar um encostado, aí já era, o próximo passo é parar de estudar, e com isso você para de se aprimorar e vira um apertador de parafuso (se não entendeu vá assistir os filmes do Chaplin). 

Atualmente ninguém presta concurso pela carreira, pela profissão que vai exercer, o pessoal presta concurso de olho no salário e no número de vagas pra saber se vai ser mais fácil de passar! Eu quero tchu, eu quero tcha, mais! Pra mim essa vida e esse salário é pouco!  Eu quero crescer continuamente, eu quero ir mais além! Eu quero ter ferrari, ducatti e um loft de quilômetro quadrado em bairro nobre!  Eu quero ser um advogado pica grossa e reconhecido, quero ser do escritório referência quando pensarem em Direito Tributário (opa, essa parte já tá concluída) e é pra isso que eu continuo estudando. 

Não estou dizendo que o salário de um juiz, de um promotor ou de um delegado da polícia federal não sejam interessantes, aliás um salário assim atualmente seria deveras interessante, e que por sinal eu não tô nem perto de ganhar isso por enquanto, vale dizer ainda que não condeno quem tenha a intenção de ser juiz ou qualquer outra coisa na carreira pública, e está estudando pra isso, só que isso não é pra mim! Eu quero ser advogado! 

Posso? 

Tudo bem que meu plano de dominar o mundo tá bem atrasado, pois eu já passei dos 30 anos e ainda tô na fase de mandar petição pro chefe analisar antes de protocolar, mas tudo bem, eu não tô com muita pressa, até porque se eu quisesse ser juiz eu também não poderia, pois eu ainda não tenho os 3 anos exercendo função jurídica. Então até ai tá tudo certo! 

Sou sonhador? Pra caralho! Sou ganancioso? Sou!  

Tem gente que diz que ganância é uma coisa ruim! Olha, se é bom ou se é ruim eu não sei, mas acho que é ruim quando você quer uma coisa a qualquer custo e faz de tudo pra atingir esse objetivo, sacaneia colega de trabalho, engana as pessoas e faz essas “maldades”, mas o que eu faço e vou tentar fazer pra atingir meus objetivos é estudar, que é o que tá ao meu alcance, tanto é que agora eu inicio uma nova pós graduação na instituição mais fodástica que tem, e tudo isso pra comprar minha ducatti.  Hoje eu tô me fodendo mais um pouco, porque é um curso de custo elevado e isso prejudica minha vida noturna com bebidas caras e prostitutas, aliás, querida FGV, se me der um desconto na mensalidade eu faço propaganda de vocês no blog! 

Então, se isto é ser ganancioso e isso for ruim, eu quero que se foda! Desde que eu consiga comprar minha ducatti e minha ferrari você pode me chamar do que quiser, e aí quando eu, um “reles” advogado chegar na sua sala para despachar e você rir da minha cara, eu ficarei quieto e não lhe ofenderei (porque eu não sou trouxa e sei que posso ser preso por isso) mas eu delicadamente e propositalmente “derrubarei” as minhas chaves do bolso só pra você que tá rindo da minha cara ver que eu tenho uma ferrari enquanto você que se acha o juiz fodão tá andando de Kia Soul.

Assinatura Livan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism