JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

19 de jul de 2012

Reclamatório – Pena de Morte

cadeira_eletricaSalve, salve pessoas lindas e radicais do universo da juridicidade, o N.E.D. sempre foi um blog um tanto quanto imparcial, mas eu já percebi que o que da “audiência” no blog é confusão, então eu decidi que de agora em diante eu vou tomar partido sobre diversos assuntos, só pra ver o número de visitas aumentar e eu poder ficar rico com a venda de anúncios! Então hoje vamos tratar de um assunto light. PENA DE MORTE!

Falar sobre pena de morte sempre é difícil e delicado para algumas pessoas, pois existem alguns seres pensantes que apesar de possuírem uma opinião formada, tem medo de explicitar suas ideias com medo de sofrerem críticas, eu não tenho esse medo.

Hoje, se você me perguntasse assim: Livan, seu lindo, você é contra a pena de morte?
Eu te responderia com uma palavra utilizada por pessoas que costumam ficar em cima do muro: DEPENDE!

Segundo um recente estudo feito pela ONU, o Brasil está entre os 50 países mais corruptos do mundo e antes que você pense que eu sou à favor de mandar os corruptos para a cadeira elétrica eu explico, na atual situação em que vivemos adotar a pena de morte seria suicídio (conseguiram captar a inteligência desta frase?). Seria arriscado demais um sistema facilmente corruptível ser “praticante” da pena de morte, e por este único motivo, HOJE, eu sou contra a pena de morte.

Mas, se hipoteticamente nós vivêssemos em um país livre de corrupção, e não houvesse a tal da cláusula pétrea que proíbe a pena de morte, eu diria sem a menor vergonha que seria o primeiro defensor da pena de morte. Alô sensatez, aquele abraço, aqui não tem nada de científico ou jurídico, é só a minha opinião.

Que se lasquem os críticos do deputado Paulo Maluf, mas eu concordo muito com ele no que tange à brilhante frase: "BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO."  E ponto final!

Pesquisas também mostram que a grande maioria dos países que adotaram a pena de morte, os índices de criminalidade não baixaram e nem divergem muito daqueles que não são favoráveis à tal prática, mas pergunta se eu me importo com isso?  Ah e queria mandar um beijo pro pessoal dos direitos humanos também!

Se precisarem ainda posso contribuir com várias ideias de como acabar com a vida de alguns vagabundos, todas elas muito lentas e dolorosas, poderia rolar até um espetáculo, com venda de ingressos, pipoca e tudo mais, ou então um reality show, já pensou que legal o Bial apresentando um programa onde todos os participantes, uma hora ou outra iriam encarar um PAREDÃO DE FUZILAMENTO? Já tô imaginando ele fazendo aqueles discursos de eliminação! Foda-se, eu brinco com assunto sério!

Eu não sei quanto custa um preso para o Estado, porque fiquei com preguiça de pesquisar, mas não precisa ser um gênio da matemática pra concluir que um tiro, um não, melhor uns 5 pra garantir a passagem do FDP para o além, vai ficar mais bem barato do que ficar sustentando um assassino por anos e anos. (olha aí a economia)

Além disso, sabe o Cariri? É aquele mesmo da música do Luiz Gonzaga, “só deixo o meu Cariri no último pau de arara…” o Cariri é uma das regiões mais áridas (ou secas, pra você que é iletrado) do Brasil, e lá o gado morre de sede, as famílias para não morrerem de fome comem uma tal de palma e às vezes é a única coisa que tem pra comer por dias. E aí eu digo que se for pra priorizar o bem estar de alguém, que seja o bem estar de milhares de pessoas que vivem em situação de miséria, mas que apesar de todas as dificuldades, NUNCA PRATICARAM UM CRIME SEQUER!

Tá, agora você vai me dizer que ambos deveriam ter um tratamento digno, mas como não tem jeito, eu prefiro gastar o dinheiro que eu gastaria oferecendo cinco refeições por dia para assassinos (sério, tem presídio que oferece 5 refeições para cada preso em um único dia) com pessoas que até então não fizeram nenhum mal à sociedade. (mano, nem eu faço 5 refeições por dia) E se não fosse esse lance da fome no Brasil, eu ainda encontraria muitas outras prioridades, antes de dar uma vida digna à assassinos e estupradores, por exemplo, a comunidade dos defensores do Saci Pererê está precisando de recursos, e eu teria o maior prazer em ajudar essa galera antes de ajudar um filho da puta que matou alguém por causa de um par de tênis.

Neste momento, você, defensor da vida, já deve estar muitíssimo puto com o meu texto, e vai dizer que isso não é justo e isso não é o verdadeiro significado de justiça, pois tirar a vida de alguém não resolve o problema e todo esse blá blá blá, só que aí nós entraríamos em uma nova discussão sobre o significado de justiça, e se pra você justiça é viver em um país onde ninguém deve decidir a hora de uma pessoa morrer, pra mim, justiça mesmo seria se eu fosse filho do Eike Batista e a Fernanda Paes Leme (que agora está mais linda do que nunca com o cabelo ruivo) fosse a minha esposa.

Assinatura Livan
(Embora tenha assinatura aqui na parte final, vale lembrar que este texto não reflete a posição dos demais colunistas do N.E.D.)

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism