JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

28 de ago de 2012

Extra Petita – Solteirisse é uma Merda

mulher-cervejaQuerido Livan, você não deve estar vivendo um momento bom na sua vida não é mesmo, pois semana passada você escreveu que o amor faz mal, que o amor é cruel, e logo na semana seguinte você já começa com o "pé no peito” dizendo que ficar solteiro é uma merda?

Só pra não perder o costume eu tenho mais uma vez que fazer o papel do coisa ruim e dizer que não apenas amar é uma merda, estar solteiro também é! Mas não se assuste, não só isso é uma merda, geralmente viver é uma merda!

E assim como os meus textos e as minhas ideias, a vida é contraditória pra caramba, (percebam que não escrevi caralho porque já usei 5 vezes a palavra merda), e apesar de soar estranho a pergunta que você deve estar se fazendo é: como podem duas coisas totalmente díspares serem equivalentemente ruins?

Não sei, e nem tô aqui pra explicar nada, mas se você está amando alguém as chances de sofrer são muitas, entretanto se você está solteiro as chances de se dar mal são infinitamente maiores.

Neste momento uma galera solteira e convicta está me julgando, com adjetivos singelos do tipo: nerd, virgem, punheteiro, e assim por diante, pois esse pessoal que vai pra balada com camisa com um cavalo bordado no peito pra tomar uísque com energético vai dizer assim: “ah não tem nada melhor que ser solteiro, você curte, não dá satisfação pra ninguém, pega quem quer, volta a hora que quiser, não tem coisa melhor que isso.”

Primeiro, saia da casa de seus pais e compre o seu próprio carro pra poder falar que você não deve satisfação pra ninguém ok, teoricamente você não tem que dar satisfação pra uma namorada ou um namorado, mas experimente chegar bêbado em casa pra ver!  Segundo, eu sei que você não pega quem quer, (mulheres lindas e gostosas, esta explicação não se encaixa pra vocês), por mais que você se considere o gatão ou gatona da balada, às vezes as coisas não saem do jeito que você quer e aí meu nobre, chega um momento em que você tem que escolher se come jiló ou se passa fome! Terceiro, você solteiro, gasta uma grana duzinferno, é roupa nova pra ir pra balada, convite pra festa, gasolina pro carro, estacionamento, uisque, energético, motel se as coisas derem certo, mano, não há quem aguente essa porra por muito tempo!

E aqui a minha explicação começa fazer um pouco mais de sentido, pois se você está namorando, tem aquela cumplicidade toda, uma vez ou outra você troca um jantar bacana por um cachorro quente na boa, você pode passar o sábado em casa com aquela camisa escrito “Fui pra Bahia e me lembrei de você” que aquela tua tia trouxe da última viagem pra Porto Seguro e mesmo assim será um fim de semana legal, pois quem faz ficar bom não é lugar e sim a companhia, sem mencionar o fato que você não vai mais pagar 18 reais por uma dose de Chivas e 12 em um Red Bull!

Vou além, se te der uma dor de dente e você estiver solteiro, você se fodeu, porque ninguém vai ficar com pena de vossa pessoa e te levar sopinha só pra não precisar mastigar (exceto se alguém estiver desejando o seu corpo nu), se surgir uma viagem de emergência, vai recorrer a quem pra tratar do Thor e do Badalo? (seu peixe e seu cachorro de estimação)

Neste momento eu criei o caos em vossas mentes, pois os solteiros vão dizer que preferem a cruz do que se comprometer com alguém e que não trocam essa vida por nada, já os meus leitores comprometidos com o amor vão alegar que nada supera um relacionamento feliz e saudável, mas eu sei que na cabeça dos solteiros surgiu a vontade de ter alguém pra dormir de conchinha nas noites frias, enquanto àqueles que estão namorando estão pensando assim: “porra mó vontade de pegar uma balada e sair beijando sem compromisso.”

Ninguém quer dar o braço a torcer, todo mundo exalta as qualidades de seu lifestyle  pra demonstrar a superioridade de sua escolha, mas eu, que já dei a minha mal acabada cara à tapa aqui várias vezes, vou assim fazer novamente, e assim sem nenhum tipo de vergonha lhes garanto que sinto falta de um cobertor de orelha e afirmo que eu Livan Pereira preferiria estar namorando e agora lhes apresento o motivo que não vai deixar margem pra nenhuma discussão acerca das vantagens de uma vida à dois, me respondam agora, se você não estiver namorando, quem é que vai buscar a tua cerveja na cozinha enquanto estiver passando o jogo?

Assinatura Livan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism