JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

23 de ago de 2012

P#rra Doutor – Esse é Gênio

Salve, salve pessoas espertalhonas e pitorescas do universo jurídico,todo mundo sabe da minha falta de apreço pelos colegas de profissão, e esta pequena “birra” se por conta de alguns profissionais que fazem de tudo pra se dar bem em uma ação, e chegam ao cúmulo de inventar e inovar em teorias até então decididas e pacificadas.
No caso de hoje um cidadão qualquer entrou com uma ação contra um banco em razão de descontos indevidos em sua conta correte e obviamente por consequência pediu a restituição destes valores indevidamente descontadas.
Eis que para não devolver o dinheiro do cidadão o advogado do banco inovou e alegou que o dinheiro é um bem infungível e por isso não seria possível fazer a devolução do mesmo dinheiro que fora recolhido aos seus cofres.
Documento1
Pra você amigo iletrado que não sabe (mas pra não ficar feio diz que não lembra) infungibilidade é o princípio que define determinados bens que não podem ser substituídos por outros da mesma espécie, quantidade e qualidade. Ou seja, o advogado basicamente disse que não ia pagar nada pro cliente porque não sabe onde foram parar as notas de dinheiro que foram subtraídas da conta do coitado.
Agora eu pergunto, um cara desses é ou não é um tremendo filho da puta?

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism