JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

3 de set de 2012

Diário de um Dotô – Correria

atarefadoSalve, salve pessoas lindas e bem atarefadas do universo jurídico, essa coluna anda um tanto quanto sumida do blog, e tem um motivo, eu não gosto de escreve-la, pois via de regra, tenho que contar histórias reais e que quase nunca tem algum chamativo que possa entreter vocês, meus queridos leitores, mas ainda assim eu sou teimoso pra caramba e continuo escrevendo, até que eu enjoe!

Pois bem, além de não gostar de escrever esta coluna, a minha ausência se deve também a outro motivo, eu tô ralando pra caramba por esses dias, e aqui entra uma fase complicada desta coluna, porque se meu chefe ler, vai achar que é reclamação, e não é, além disso, o que paga a mensalidade deveras elevada da minha pós graduação é o meu salário no escritório, uma vez que o N.E.D. não me rende um fucking centavo.

Como disse, estou trabalhando pra caramba nestas últimas semanas, nunca d’antes na história deste advogado mequetrefe, as tarefas se acumularam tanto no sistema do escritório, tem tanta coisa pra fazer que eu tava até meio perdido, e some-se ainda a este fato uma mudança no programa de gerenciamento dos processos do escritório e que eu não gostei nada. Tá certo que o sistema anterior era ruim pra caramba, caia toda hora, só funcionava com o internet explorer, enfim, dava aquelas zicas bonitas, porém, eu sou um cara que odeia mudanças, e apesar de saber que o sistema era ruim, eu tenho um carinho por ele, e além disso essa coisa de ter que aprender usar um novo sistema me cansa, pois é um tempo a mais que vou perder, e as minhas tarefas vão se atrasando ainda mais.

Já adianto que o sistema atual não é ruim, a verdade é que eu ainda não sei como usar, mas hoje, segunda feira, no momento em que você estiver lendo este texto, estarei eu, na linda e amável capital paulista, realizando um treinamento do novo programa de gerenciamento. Apesar de estar escrevendo este texto no sábado à tarde, eu sei que durante o treinamento eu só estarei pensando: “merda, tenho carga pra fazer, porra, ainda não fiz aquela exceção de pre-executividade, cacete tem aquelas contrarrazões pra fazer também”

Aqui em Campinas são apenas 2 advogados e nenhum estagiário, assim, via de regra vez ou outra os serviços de estagiário caem no colo de alguém, e assim, as tarefas vão se acumulando, mas ao mesmo tempo que é ruim, é bom, pois é bom sair do escritório às vezes, dar uma passeada e tal, e é ruim porque passa a impressão que não estamos trabalhando direito, mas, o jeito é engolir o choro, pois é o que tem pra janta…

Assim, meus queridos e ilustres leitores, esta coluna é mais uma justificativa do que uma coluna, e lhes peço paciência em caso de atraso nas postagens do N.E.D.,pois a prioridade é manter o meu emprego, então, caso vocês se sintam entristecidos e aborrecidos com um eventual atraso das postagens e um provável sumiço da fanpage do N.E.D. eu clamo a todos e peço que organizem uma vaquinha, que atinja a casa dos cinco dígitos (sem contar as casas decimais) e depositem em minha conta corrente, que assim eu prometo nunca mais atrasar uma postagem.

Beijo.

Assinatura Livan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism