JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

31 de out de 2012

Extra Petita – Homens e Meninos

vgameJá dizia o mestre cancioneiro Falcão, “homem é homem, menino é menino...” e partindo desta linda e doce canção brasileira, eu digo que o mundo atual tá “forrado” de menino, mas tem pouco homem na parada.

E aqui não se discute a idade física!? mas sim a idade mental dos atuais representantes da classe masculina, e ó, não que eu queira ser o anjo negro, portador da má notícia, mas se vocês mulheres lindas e cada vez mais poderosas forem depender dessa geração aqui, 6 tão tudo fudida (e não é um fudida do jeito gostoso não).

Dizem que a geração desse pessoal que nasceu na década de 80 e 90 é a geração do vídeo game, até aí tudo bem né, mas porra, não é pra levar ao pé da letra e chegar aos 25 ou 26 anos só fazendo isso da vida! E o pior é que tem gente pra caramba assim, tem muito cara que já passou da idade de “crescer”, ter responsabilidade, mas tá lá, acordando meio dia, jogando vídeo game e vivendo nas custas dos pais. Você chama o cara pra sair, ele diz que não vai porque tá “fechando o skyrim”.

O que tem de indireta correndo pelo facebook neste sentido não tá escrito, estudos mostram que cada vez que uma mulher sofre em razão de algum juvenil que fez cagada, 4,89 imagens de dor de cotovelo falando que cansou de meninos e quer um homem de verdade são compartilhadas no facebook.

Não é e nem nunca foi novidade que as mulheres amadurecem muito mais rápido que os homens e isso acaba afetando em toda a vida social das pessoas, pois ao passo que as mulheres estão querendo uma relação séria e madura, os homens da mesma idade estão jogando “rock band” com os amigos.

Entretanto, essas coisas tem seus reflexos em um momento ou outro, as datas comemorativas são os momentos mais visíveis, dá uma ligada no exemplo abaixo:

São dois amigos, um deles é um cara com responsabilidade, até tem um vídeo game, mas só joga quando está sem nada pra fazer, e que sabe que é preciso trabalhar pra poder apreciar as coisas boas da vida e esse cara tem uma grana pra levar a namorada para um restaurante bacana no dia do aniversário de namoro, além de poder comprar um presente legal pra marcar mais um ano juntos (esse cara sou eu ok... fica a dica) e o outro é um juvenil que precisa esperar os pais chegarem do mercado pra poder usar o carro, junta 30 reais que sobrou da balada da semana passada, leva a namorada comer um cachorro quente e dá um ursinho de pelúcia pra comemorar 3 anos de namoro. (mano, ursinho pode ser complemento, nunca o presente principal, ok)

E aí, se um moleque desses perde a namorada pra um cara mais esperto e que sabe o que quer, o cidadão vai ficar chorando e botando a culpa na mulher, dizendo que as mulheres de hoje em dia não valem nada, que elas não querem saber de namoro... Acontece que isso é só 50% verdade, pois realmente elas não querem nada sério e nem querem saber de namoro, mas elas não querem isso com você, seu juvenil jogador de vídeo game.

Mas ó, mulheres lindas e garbosas do mundo, fiquem tranquilas, isso não as torna interesseiras e nem quer dizer que vocês são materialistas, que valorizam um cara que tem grana, e pode pagar um restaurante bacana uma vez ou outra, isso significa apenas que vocês preferem um cara que saiba como trata-las, e estão simplesmente procurando o melhor para si.

Porém, se vossa pessoa for um desses meninos idiotas que só pensam em comprar uma roda nova pro carro ou o novo fifa12, eu aposto a minha virgindade anal que neste ponto do texto você já está pensando assim: ah, mas uma mulher que dá mais valor pra um cara que tem grana e pode pagar um restaurante uma vez ou outra é uma vadia interesseira.

Tá vendo porque eu digo que você é um idiota, pois isso não faz o menor sentido, pois do mesmo jeito que você ficou chorando pro seu pai comprar o ps3 pra você, porque ele era melhor que o playstation 2, ela também quer isso, ela quer um upgrade na vida amorosa dela.

Abraços.

Assinatura Livan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism