JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

30 de nov de 2012

Reclamatório - Colar é antiético?

385564_195861327211275_629555623_nAmigos da nação fundística, salve! Salve! O texto de hoje é um daqueles que poderá ser usado contra a minha pessoa no dia em que eu me tornar ministro do supremo, (mentira, eu não quero ser juiz, quero ser um advogado fodão), pois defenderei o uso da cola nas provas.

Certamente aqueles que não colam, seja por medo, por não saberem por em prática ou por princípios, irão me condenar por isso, mas é isso mesmo, fodam-se seus moralistas, eu já colei muito na vida e não tenho vergonha de dizer, afinal eu tenho duas faculdades nas costas, então eu tenho muito tempo de estrada, inclusive tenho táticas infalíveis e que nenhum professor até hoje foi capaz de identificar (ensinarei em um post futuro).

Mas a minha defesa da cola, não é plena e irrestrita, até porque não sou tao irresponsável assim, não defendo a total falta de comprometimento com os estudos e nunca me baseei apenas nas colas nos dias de prova(mentira, já fiz isso sim, mas não defendo), só não acho tão errado você fazer um “lembrete” vez ou outra pra uma matéria que você não tá familiarizado.

Sei que muitos vão me dizer o seguinte: “Ah, mas colando você não aprende nada, que belo advogado você deve ser, confessando que cola.” Tá, eu preciso dizer que tem muita matéria que eu não colei e que fui bem na prova e ó, eu já não lembro mais nada do que foi ensinado e também tenho certeza que você, aluno certinho e xarope que adora julgar os outros ainda que não tenha colado uma vez sequer na vida, também não se lembra de tudo que aprendeu, então sossega aí. Tudo é relativo.

Eu tive um professor que no meio da prova gritava: “aí, vocês tem 3 minutos pra poder colar, podem olhar o que quiserem” nem preciso dizer que é a matéria que eu mais manjo e a aula que eu mais gostava na faculdade, ademais o amor foi tanto que trabalho com isso até hoje e estou na minha segunda pós graduação estudando o tema.

Mas Livan, seu lindo, colar é sacanagem com os alunos que estudaram para a prova, a gente rala a semana inteira tentando estudar a matéria e no fim das contas tira um 7,0 e você que colou a prova inteira, não estudou nada tira 9,5, é injusto demais.

Não, não é! Para de mimimi, você tá na faculdade e não num concurso de saltos ornamentais, que ganha quem tem a maior nota, para de choro, até porque se existe algum prejuízo no caso dos alunos que colam, é do próprio aluno que pratica tal arte, é repetitivo mas vou dizer outra vez: você está na faculdade, se alguém tirar uma nota maior que a sua, pessoa ética, cheia de princípios, que não cola, não fala palavrão e transa de meias, não vai mudar nada, você não vai perder a vaga por isso, é faculdade amigo, não um concurso público, então engole o choro e deixa de ser chato.

Os moralistas extremos irão dizer, ah mas eu acho que se você fosse um cara digno e correto não colaria, pois pra mim, uma pessoa ou tem ética ou não tem ética, e quem cola não tem ética. Mano, só em novela uma pessoa é correta ou cretina o tempo todo, aqui é vida real, dá sim pra ser ético em alguns momentos e antiético em outros, ninguém é 100% correto o tempo todo, e nesse caso colar, ainda que não seja o correto a se fazer, é uma atitude que não prejudica terceiros, então a gravidade do ato é baixa.

Ah e por favor para falar: ahhh tirar nota alta assim até eu tiro, colando é fácil, porque ó, primeiro que você não tem coragem de colar, e segundo, a maioria das provas eu não colei e mesmo assim as minhas notas eram maiores que as suas.

Bejo

Assinatura Livan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism