JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

20 de fev de 2013

Extra Petita – E se o meteoro nos acertasse?

Meteoro-2Olá nobres e astutos amigos da nação fundística, sabem a fábula do molequinho que vivia na floresta e todo dia pra sacanear com os moradores da vila, chegava correndo e gritando “fujam! fujam! o leão está vindo” ?

No começo todo mundo corria e procurava abrigo, mas depois de um tempo ninguém mais dava “moral” pro juvenil, até que um dia o leão realmente estava vindo, só que ninguém acreditou no menino e todos foram comidos pelo leão.

Pois bem, com essa coisa do fim do mundo foi quase assim, foram tantas as vezes que disseram que o mundo ia acabar, que quando ele quase acabou de verdade ninguém botou muita fé!

Ah Livan, seu exagerado, quando que o mundo quase acabou?

Pequeno gafanhoto, nesta semana um meteoro caiu na Rússia poderia ter sido na Argentina e feriu mais de mil pessoas, assistindo as imagens a milhares de quilômetros de distância eu me vi dentro do filme Armagedon, e confesso que fiquei com um baita medo de morrer com uma pedrada na cabeça!

Quando eram aquelas coisas de bug do milênio, maias e tal eu confesso que não botei muita fé, mas ó que nos meteoros eu acredito. E aí eu fiquei pensando, que não fiz nada na vida senão trabalhar. Se o mundo acabasse com a queda de um meteoro eu ia ficar deveras puto.

Atualmente a gente vive em função do trabalho, o correto seria trabalhar para viver e não viver para trabalhar, mas ó, infelizmente é isso que acontece, trabalhamos nos dias úteis e nos finais de semana e deixamos de lado coisas que gostaríamos de fazer.

Daí eu pensei, se o mundo acabasse assim, sem mandar aviso, na hora que fosse passar aquele filme da minha vida perante meus olhos antes de morrer, eu ficaria decepcionado comigo mesmo, tem tanta coisa que eu tenho vontade de fazer e ainda não fiz, seja por comodismo, por falta de coragem ou dinheiro (a maioria é pelo terceiro motivo).

A minha banda de blues nunca passou das conversas de bar, tantas foram as corridas de kart e as batalhas no paintball combinadas e não disputadas, diversos “eu te amo” ou “queria você aqui perto de mim” que eu não disse, e tantos outros “vai pra puta que pariu seu otário” que eu adoraria dizer pra algumas pessoas mas me faltou coragem.

Sempre gostei de frases feitas, e depois do meteoro derrubando janelas e destelhando casas, comecei a achar um sentindo ainda maior no “nunca deixa para amanhã o que se pode fazer hoje” com isso, decidi que vou começar a não adiar mais as coisas, justamente pra não ter muitos arrependimentos no dia que a mira do cara que joga os meteoros na terra melhorar.

Assim, pra ir riscando coisas que eu quero fazer da minha lista, quero dizer em alto e bom som:

- Marjorie Estiano, eu te amo, e queria você aqui perto de mim sua linda!

Pronto, agora só falta a banda de blues.

AssinaturaLivan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism