JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

15 de fev de 2013

Reclamatório - A advocacia coxinha

getOlá meus nobres e ilustres colegas de profissão, não é de hoje que eu venho “combatendo” o rigor e o formalismo no mundo jurídico, nem preciso dizer que é um combate daqueles que a gente já entra derrotado, pois infelizmente o Direito é um ramo deveras conservador.

Uma das coisas que sempre me causaram uma certa revolta é o nosso uniforme, (para a ala masculina) e andar de terno num dia de calor é extremamente complicado, nós estamos entrando no verão (se você é do nordeste tem o meu respeito uma vez que é verão o ano inteiro) e não são todos os fóruns que possuem ar condicionado, aliás a grande maioria deles não tem e você tem que se contentar em ficar perto de um ventilador ou de uma janela onde bate um ventinho.

Pois bem, voltando ao conservadorismo, dia desses estava eu num fórum de uma cidade qualquer esperando para ser atendido, o calor era insuportável e eu suava mais que tampa de panela, e vocês sabem que falar do clima é um excelente método de se iniciar uma conversa, quando então uma advogada diz: “Nossa que calor hein doutor”

Respondi que sim, e disse, vocês tem um monte de reclamações sobre ser mulher e tal, mas nesse quesito homem sofre mais, pois não podemos dispensar o terno nunca e com esse calor, era até um castigo usar terno. A conversa fluiu e a nobre colega disse que costumava advogar em determinada cidade em que o juiz nos dias de calor dispensava os advogados do uso do paletó nas audiências, eu disse que esse juiz merecia um prêmio e que isso poderia ser adotado em todo o poder judiciário.

Eis que neste momento um outro advogado que não participava da conversa, mas que ouvia atentamente tudo o que fora dito entrou na “discussão” e disse: pela ordem doutores (ali eu já identifiquei um coxinha, pois quem é que fala “pela ordem” para iniciar uma conversa?) mas eu tenho que discordar de vocês, não acho que seria uma boa ideia permitir que as audiências fossem feitas sem o paletó, acho que o paletó impõe respeito, atualmente já somos duramente criticados por sermos tratados por doutores, muita gente condena por isso, agora se a gente ainda for trabalhar sem um terno completo, perderemos ainda mais o nosso respeito.

Confesso que respirei bem fundo e contei até 4 pra não mandar o advogado para a puta que pariu, mas como estava no fórum preferi usar da educação que a minha mãe me deu e que eu ando usando muito pouco.

Logo de cara disse que não fazia a menor questão que me tratassem por doutor, e imediatamente vi o espanto nos olhos do nobre DOUTOR, disse ainda que se pudesse, iria para o fórum de camisa regata todos os dias(não iria, mas disse só pra provocar o advogado).

Então, em meio a tanta perplexidade pelas minhas palavras e discordando de todas elas ele disse: Doutor olhe as pessoas ao nosso redor, algumas estão de terno, outras não, e é isso que nos diferencia das outras pessoas, chegando aqui você sabe diferenciar quem é advogado e quem não é. A nossa vestimenta nos destaca!

Como eu percebi que não daria para discutir com um coxinha arrogante desses que acha que uma porcaria de um terno e um doutor na frente do nome o deixa em posição superior na sociedade eu decidi sacanear e disse: Discordo de tudo o que o senhor disse, mas sei de uma advogado que vai concordar com o senhor ao menos na questão de que o terno nos destaca.

Então ele perguntou quem era essa pessoa que concordava com ele e eu respondi:

Ah o lendário e ilustre advogado campineiro Nelson Paviotti, sabe, é aquele que só usa terno verde e amarelo.

AssinaturaLivan

(um forte abraço ao dr. Paviotti, que é um advogado dos mais gente finas que eu conheço… é sério)

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism