JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

24 de abr de 2013

Diário de um Estudante – Expectativa x Realidade

medo-100308Oi gente, tudo bem?

Hoje resolvi falar sobre algo que aconteceu comigo essa semana, e que percebi que é muito comum a todos, certamente você já passou por isso.

Sabe quando você acha que foi super bem em um prova? Estuda por dias a fio, gosta da matéria, o assunto parece fácil, e a prova também não estava difícil. Você sai confiante achando que se deu bem, se sente super inteligente e tal.

Mas aí passado alguns dias, você vai receber sua nota todo empolgado, achando que ahasou, e quando o resultado da prova vem, você constata que sua nota foi tipo... 6.5. Não é exatamente uma nota ruim, mas também não era o que você esperava! Estupefato você olha praquilo e pensa... ah não, tá errado isso aqui!

Você pensa... Nossa, será que sou mesmo tão burro?

Aconteceu comigo essa semana, naquela prova que falei pra vocês que esperava no mínimo um 8.0. Acontece que toda vez que acho que vou bem, é porque geralmente eu vou bem mesmo, e quando acho que vou mal, é porque vem por aí uma nota podrinha. Tem vezes que não dá pra ter ideia, mas aí tudo bem você receber um resultado mediano.

Mas acontece que eu estudei direitinho, e o que vem na cabeça quando acontece isso é que só pode ter acontecido algo errado e a nota está errada, ou vem aquela sensação de mini desespero onde você se sente muito burro e que tudo está perdido, afinal parecia tudo tão fácil, e o que você achava que sabia, na verdade não sabia é nada! Eu não chego ao ponto de chorar, mas sei que tem gente que se descabela por conta de notas! Eu só me desespero desse tanto se for a última prova do semestre e eu precisar de 7.0 pra passar! Espero não acontecer isso esse semestre.

Aaargh, odeio notas medianas, odeeeeio! Odeio ver notas abaixo de 8.0. Me sinto muito imbecil. Óbvio que nem sempre tirei notas extraordinárias, eu nunca fui a primeira da classe, nunca mesmo, mas hoje em dia exijo um pouco mais de mim mesma.

Eu sempre quero tirar notas bonitas, e bonitas eu digo de 8.0 pra cima, mas para que isso aconteça, quase sempre eu tenho que estudar bastante mesmo, porque não faço parte daquele limitado grupo de pessoas que basta lerem uma vez pra sair repetindo por aí e respondendo as perguntas dos professores sem pestanejar, que nem a Hermione Granger (toda sala tem um exemplar de Hermione). Eu morro de inveja dessas pessoas. Com certeza elas irão passar pra juízes quando bem entenderem, e eu terei que mofar estudando, abandonar vida social, deixar marido e filhos de lado e sacrificar meu lar. Bom, melhor ser juíza primeiro e arranjar um marido depois né!

Mas sabem qual é a boa notícia? Quando o professor entregou as provas, avisou que algumas notas possivelmente estavam erradas, e a minha fazia parte dessas! Minha nota pulou pra 8.5, ficou bonita! Eu sabia que não podia estar tudo errado assim! Eu sei contar prazos afinal! Que alívio! Principalmente porque eu falei pra todo mundo (inclusive aqui no blog) que tinha ido superbem! Aí fica lindo pra minha cara, né?

Bom, essa semana estou quase pirando estudando pra prova de Penal- o índice de reprovação do meu professor é de 65%; e ainda tendo que me preocupar com a tal das aulas disfarçadas de seminários que nós alunos fomos incumbidos de dar (não me canso de me indignar com isso, estou mesmo muito P da cara). Então está um caos total minha vida, mas semana que vem eu conto como foi tudo.

Beijinhos

assinaturarafa

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism