JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

3 de abr de 2013

Extra Petita - Mentirinha não existe

omentirosoNos dias atuais, com as relações interpessoais cada vez mais intensas (e também distantes) graças às redes sociais, vez ou outra nos deparamos com situações incômodas, ou inusitadas e que parecem impossíveis de serem resolvidas.

Entretanto, para evitar (ou se safar de) um problema você decide contar uma mentirinha marota, aquela mentirinha que você acha que não prejudica ninguém.

Mas ó, mentira é igual gravidez, ou é ou não é. Não tem meia mentira e também não existe mulher meio gravida, ou gravidinha, logo, ainda que pequenas, as mentiras são sempre mentiras.

E digo que mentir exige habilidades especiais que não são todos que possuem, a primeira delas é ter uma boa memória, a segunda é ser muito criativo e a terceira e mais importante, ter dotes artísticos para que não descubram a sua mentira. Explico:

Se você mentir hoje, deverá lembrar sempre que mentiu, pois vez ou outra poderá voltar ao assunto “mentirístico” e se a memória falhar, já era, você será descoberto. Criatividade é fundamental, pois se vai mentir, mente direito porra, porque inventar que chegou atrasado em casa porque furou o pneu não cola mais, ninguém acredita nessa, então, crie histórias mirabolantes que realmente parecem mentiras, pois a pessoa que estiver ouvindo pensará: “puta história maluca, não tem como alguém inventar uma coisa dessas”, ademais, uma mentira sempre requer outras para acompanhar aquela primeira e isso é complicado de se fazer, e por fim, interprete e acredite na sua história, pois se você não acreditar, ninguém acreditará.

Ocorre que ainda que vossa pessoa possua tais habilidades, a sua mentira dificilmente será mantida por muito tempo, pois se tem uma coisa que é foda de se manter é uma inverdade. E aí meus nobres colegas, quando descoberto não há nada que se fazer, exceto reconhecer a mancada e pedir desculpas.

Algumas pessoas usam de outros artifícios para se safar de um percalço na vida, são as chamadas meia verdades e as não menos picaretagem que é a omissão da verdade. Pra mim tudo isso entra no mesmo balaio que a mentira. Pois se não é errado, ilegal ou imoral, não teria porque esconder, se escondeu é porque sabia que tinha alguma coisa de “irregular” na história.

Pra você que acha que esconder a verdade não é tão grave quanto mentir, disserte sobre a seguinte frase:

“Amor, eu te traí, mas não menti pra você, eu só não te contei”

Obviamente todos nós já mentimos e certamente mentiremos novamente até o fim de nossas vidas, mas né, falar a verdade é mais fácil, saudável e ainda ajuda a conservar os dentes dentro da boca.

AssinaturaLivan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism