JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

26 de abr de 2013

Reclamatório – Supremo?

stfBrasil, meu Brasil brasileiro, vou cantar-te nos meus versos! É meus nobres, quando a gente pensa que tudo tá ruim e que nada poderia piorar, eis que você se surpreende com a genialidade daquela galera marota que “trabalha” em Brasília.

Esqueça tudo aquilo que você aprendeu sobre a tripartição dos poderes que o seu professor ensinou na faculdade, esqueça a tão proclamada independência das instituições judiciárias, pois os nossos nobres governantes acabam de jogar tudo isso por terra.

Se você não sabe do que estou falando, apresento aqui dois motivos para vossa alienação, ou vossa pessoa é extremamente ocupada e ligada ao trabalho e aos estudo que está sem tempo de ler as notícias importantes do dia ou da semana, ou então é um puta de um desocupado que só fica no facebook.

Pois bem nobre gafanhoto, resumidamente trata-se de uma emenda constitucional proposta por nossos ilustres mandatários que dá poder ao Congresso para derrubar decisões do Supremo Tribunal Federal, vulgo STF, sobre emendas constitucionais. A proposta ainda precisa ser analisada por uma comissão especial na Câmara antes de ser votada no plenário, mas de toda forma isso já uma baita afronta ao Poder Judiciário.

E não fosse o suficiente, uma das modificações propostas pela PEC estabelece que quando o STF decidir pela inconstitucionalidade de uma emenda à Constituição, o Congresso poderá rever o ato do tribunal. Caso os parlamentares discordem da posição do Supremo, a questão seria decidida em um plebiscito popular.

E se isso não fosse ruim, o elemento que fez a proposta, e que eu me recuso a dizer o nome, ainda disse que o objetivo do projeto é evitar "interferência" do Judiciário nos assuntos que competem ao Legislativo. Uma PEC passa por muitas comissões dentro do Congresso, é muito filtro constitucional para que nós, que fizemos a Constituição, continuemos a ser desautorizados.

Ah tá, então foi o senhor que criou a constituição? NÃO, NÃO FOI! Já que criou pode avacalhar com ela depois? NÃO, NÃO PODE!

Tenha a santa paciência né! Uma declaração dessas é a mesma coisa que você falar que pode espancar o seu filho quando ele fizer uma cagada, porque foi você que o “fez”. Ademais, uma proposta que define que as decisões do STF sejam submetidas ao congresso, joga o sentido de SUPREMO no lixo né, porque se alguém tem o poder de vetar/rever uma decisão do poder “supostamente” supremo, tá evidente que essa tal supremacia não existe né!

Eu já decidi, não vou mais estudar pra ser juiz,(até porque nunca estudei mesmo) vou tentar é ser deputado, por isso meus queridos e caros amigos e leitores, nas próximas eleições, VOTEM EM MIM!

AssinaturaLivan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism