JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

7 de mai de 2013

Extra Petita – E o respeito?

fimNa vida, tirando o cobrador e o motorista, todo o resto é passageiro, independente da fase em que você esteja vivendo hoje, para a sua alegria (ou não) este momento vai passar, afinal, já dizia o velho ditado, não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe.

Porém, nos momentos de maior tensão é que as pessoas realmente se revelam, e fazendo um pequeno e talvez incabível paradoxo com as relações afetivas, não são raros os casais que durante o momento “in” tudo é lindo, a companheira é linda, inteligente, competente, atenciosa e demais adjetivos positivos, mas bastou o fim do relacionamento para que tais adjetivos sejam deixados de lado e novas “qualificadoras” sejam utilizadas, e todas são ruins.

De uma hora para a outra, toda uma vida é esquecida, é deixada de lado, nada é levado em conta e a única coisa que se busca é aquela satisfação pessoal de denegrir a imagem do ex-amado. Segredos que foram contados num momento de confiança plena são revelados sem o menor pudor, detalhes íntimos viram motivo de chacotas e assim por diante.

Aposto que você já viu ao menos uma vez na vida uma foto de um casal abraçadinho comendo fondue (se for inverno) ou tomando um refrescante e exótico suco de cajá com a seguinte legenda  “agora eu sei o que é um amor de verdade, te amo meu lindo”

Se você é o novo integrante da relação, não se anime, pois talvez o recado nem seja para você, o destinatário desse recado de amor eterno e incondicional é só pra dar uma cutucada de leve na pessoa que viveu a relação anterior e significa o seguinte: “olha aqui trouxa, agora sim eu sou feliz”

Porém, se as indiretas e ações ficassem apenas no facebook beleza, mas existem pessoas que perdem totalmente a noção da palavra respeito e partem para métodos mais agressivos, utilizando-se de golpes pra lá de rasteiros, revelando para as amigas que o fulano era ruim de cama, que não dava no couro e tinha o perú pequeno, eu conheço uma pessoa que chegou ao cúmulo de ligar no trabalho do cara pra dizer que o fulano imprimia os trabalhos de faculdade dele e dela no trabalho e que por isso a empresa deveria demiti-lo.

E isso me deixa muitíssimo do puto, porque né, quer dizer que enquanto o relacionamento era saudável só coisas boas aconteciam? Quando o relacionamento era feliz o perú do cara era maior? Ele não imprimia trabalhos de faculdade no serviço?

O respeito pelo que as pessoas passaram juntos deixa de existir assim que o relacionamento acaba, o que resta é essa competição idiota de querer se mostrar mais feliz que os demais, e tentar demonstrar que o momento atual é muito melhor do que o que foi vivido no passado, tudo isso para pintar uma felicidade imensa e que na maioria das vezes nem existe!

Não sei se as pessoas se impressionam com isso, a mim, não impressiona, ademais, toda vez que eu vejo uma indireta dessas no facebook ou na vida, seja direcionada a mim ou a alguém que eu conheça, eu, dentro da minha sutileza penso: mas que cadela vingativa!

AssinaturaLivan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism