JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

15 de mai de 2013

Namore um cara que lê!

nerds“Se você quer ser feliz e ter uma vida repleta de felicidades e muito amor, namore um cara que lê.”

Não sei quem inventou essa frase, nem quem começou compartilhar isso no facebook, só sei que essa frase tá circulando mais que taxista em dia de blitz da lei seca e me deixa deveras irritado, pois mais uma vez, a imbecilidade humana dá as suas caras.

Tá, peguei pesado ao usar o termo imbecilidade, mas se você perde seu tempo compartilhando frases como essa e realmente acredita que basta encontrar uma pessoa que cultive o prazer da leitura para ser feliz e receber muito amor e carinho, você é uma pessoa muito imbecil inocente.

Tudo bem que nós homens costumamos em diversas oportunidades da vida escolher nossos pares pelos atributos físicos, leia-se tamanho de coxa, peito e bunda, e neste ponto até que seria interessante e mais racional “mudar de ares” e escolher alguém pelo que ela lê, ao invés do que ela veste, porém, as coisas não são tão simples assim.

O motivo por trás da frase citada alhures (sim, usamos o juridiquês) é nobre e exalta que algumas pessoas prezam mais um cérebro desenvolvido do que um abdômen “riscado”, entretanto, não adianta nada namorar um cara que lê, se ele lê apenas gibi do homem aranha (embora algumas NERD’s possam gostar) ou a revista placar.

Entretanto, quem fala que quer namorar um cara que lê, só diz isso “pra inglês ver”, tá cheio de gente aí que troca um cara magrelo que lê, por um fortão de braço roliço, mesmo que ele fale “bicicreta”, só pra fazer inveja pazamiga, afinal é muito mais legal fazer inveja andando pra lá e pra cá com um cara bonito e burro do que com um feio inteligente. Pode ser preconceituoso, mas admitam que é verdade.

Não estou aqui generalizando e dizendo que todo cara forte é burro e todo cara inteligente é feio, e sou a maior prova disso, afinal sou feio e burro, assim que fique claro, não tenho nada contra quem dá valor ao corpo, muito menos contra quem lê.

Assim eu digo, escolha para namorar alguém que você tenha afinidade, pois de que adianta você escolher um cara que aprecia a leitura, é super culto e na hora de ir pra balada ou tomar uma brejinha marota no boteco ele diz que vai ficar em casa lendo Maiakovski?

Ou poderia ser pior, já pensou você na balada, conversa vai, conversa vem, surge o papo sobre livros e aí você acaba descobrindo que o seu novo e potencial peguete gosta de ler livros de auto ajuda para evitar o suicídio e agora? Não é o gosto pela leitura que te atrai?

Além do mais, não acredite em tudo que você ouve, pois tem muita gente que só porque decorou 3 ou 4 frases de um escritor famoso paga de culto por aí e espalha aos sete ventos que leu um monte de livros, quando na verdade é tudo mentira, pois como diz o velho ditado, falar, até papagaio fala, até porque eu já usei como desculpa e falei pra muita gente que só comprava a revista Playboy por causa das matérias, quando na verdade era só pra ver mulher pelada.

AssinaturaLivan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism