JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

22 de jul de 2013

As desculpas mais esfarrapadas do mundo – Parte I

 

A gente sabe que para se livrar de uma multa, uma punição, até mesmo pagar uma indenização, ou para não arcar com os pagamentos de um acidente de trânsito as pessoas inventam todo e qualquer tipo de desculpa.

As desculpas que serão publicadas abaixo foram retiradas de processos movidos por seguradoras de automóveis contra pessoas que causaram acidentes de trânsito nos Estados Unidos. Confira:

  • “Eu dirigi meu carro durante quarenta anos quando dormi na direção e tive esse acidente.”

 

  • “Eu pensava que meu vidro estava abaixado, mas percebi que não era o caso quando minha cabeça passou por ele.”

 

  • “Vidro do parabrisa quebrado. Causa desconhecida. Provavelmente fenômeno sobrenatural.”

ferrari

  • “A causa indireta do acidente é um homenzinho, num carrinho, com uma grande boca.”

 

  • “Eu me afastei do acostamento, dei uma olhada na minha sogra e me dirigi direto para o barranco.”

 

  • “Eu não sabia que a limitação de velocidade se aplicava depois da meia-noite.”

 

  • “Eu estava a 110-120 km/h quando minha garota que estava sentada no banco de trás agarrou meus testículos. Foi nesse momento que eu perdi o controle do carro.”

 

  • “Eu tinha passado o dia a fazer compras de plantas e estava voltando para casa. Chegando num cruzamento, uma cerca viva levantou-se na minha frente e não vi a aproximação do outro carro.”

 

  • “Eu estava fazendo a curva quando notei um camelo e um elefante amarrados no acostamento. A distração me fez perder a concentração e bater no poste de sinalização.”

 

  • “Eu não sabia que a cadela era muito possessiva com seu carro, mas não teria lhe pedido para dirigir se eu soubesse que haveria algum risco.”

 

  • “Percebi que saia fumaça debaixo do capô. Compreendi que o carro estava pegando fogo, então peguei meu cachorro e o sufoquei num cobertor.”

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism