JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

18 de jul de 2013

“Brancos jurídicos”

Quando meus professores davam “lição de casa”, e mandavam entregar petições, e contestações, eu fazia do jeito que eu achava que era certo, e entregava. O mesmo não acontece na vida real.

Cá estou com contestação, ação, e etc e tal para fazer, e cadê o conhecimento necessário, e a segurança de achar que isso tá certo?

Semana passava elaborei uma réplica, que era de pouca  complexidade, em tempo recorde, só que negativo! Demorei horas, e horas, e mais horas pra fazer essa m...

Eu escrevia meia linha, achava que estava uma bela porcaria, apagava, tentava seguir o modelo que me fora dado, e achava igualmente uma porcaria. Cadê toda a inspiração, e “notório” saber jurídico, do saudoso tempo da faculdade? Onde vocês foram parar? branco

Chego ao escritório, inicio o computador, abro o editor de texto e .... e nadaaaa sai. Porém, quando chego em casa, vou tomar banho, e é lá que, mentalmente, escrevo peças muito boas. Saio de lá, sento no computador e tudo desaparece.

Pergunto-me se é só comigo, ou se é comum isso no primeiro mês da vida advocatícia.

Vez ou outra busco auxílio na internet, e lá encontro todo tipo de lixo jurídico imaginável. Tem peças tão ruins, tão ruins, que dão vergonha só de ler.

Um recém-formado, que não fez estágio, corre grandes riscos de cair nessas armadilhas. São tão inacreditáveis as petições que o pessoal disponibiliza na net, que eu chego a pensar que é de propósito, só pra ver advogado novatinho se f...

Se é de propósito ou não, eu nunca vou saber, mas, dia desses me deparei com o seguinte:

Advocacia Sousa, 17 de Julho de 2013 (o nome foi alterado para minha segurança financeira, rá).

Na hora fiquei pensando que o “gênio” que redigiu a peça entende por localidade o local físico, exatamente onde se estava quando redigiu a peça. Imagina se ele tivesse num banheiro, como ficaria? Banheiro de Casa, aos 18 dias do mês de Julho de 2013?

Eu posso até estar sofrendo de “crise de inspiração” (tenho que arrumar um nome pra essa falta de imaginação jurídica), posso não saber fazer, mas, tenho cara de pau suficiente pra rir das bizarrices. O ser humano não é nada bom minha gente!

assinaturamari

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism