JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

23 de jul de 2013

Caos, desordem, destruição

No último domingo fui para a capital fazer a prova pra Escrivão da Polícia Federal. Obviamente você deve estar se perguntando porque diabos eu não concorri à vaga para Delegado. Primeiro eu devo dizer que me inscrevi para esse concurso em junho de 2012, ocasião em que ele foi cancelado, pois o edital não atendia o mínimo de vagas para deficientes.

Esse ano o edital foi readaptado e as inscrições foram reabertas, sendo que a minha já estava lá. É claro que eu poderia ter trocado de Escrivão para Delegado, poréééém sou mesmo uma cagona Maria Roela e fiquei com medo.

Medo do que? A prova morde? De não ser aprovada de novo?

NED_2407

Fiquei com medo, oras! Eu sabia que se tinha alguma chance de passar seria maior para Escrivão que para Delegado. Tenho absoluta e total consciência que não tenho carga de estudo suficiente pra me arriscar em uma prova deste porte.

O fato é que fui pra lá pra fazer minha prova, linda e formosa. Acordei as 6h já em São Paulo, entrei no carro as 7h e dirigi até a escola onde teria meus conhecimentos testados acreditando veementemente que a prova começaria as 9h (hoje eu afirmo que não faço idéia do motivo de eu ter acreditado que a prova era esse horário). No entanto eu não estava sozinha nesse "achismo". Uma moça que estava do lado de fora quando cheguei (as 8h) disse que a prova começaria as 8h30, o outro rapaz afirmou que seria as 9h. Me senti menos perdida e entrei para procurar a minha sala. SURPRESA: a prova era as 8h15!!!! É, bem bizarro esse horário, mas foi bem o que me disseram.

O edital de abertura não diz nada a respeito de horário, porém depois foi divulgado um comunicado dizendo que a prova seria as 8h (que é claro que eu não vi). No cartão de confirmação o horário marcado era 8h (sendo que para todos os concursos o horário do cartão de confirmação é o horário de abertura do portão, ou seja, 1h antes do início da prova). Quando fui perguntar que horas fecharia o portão logo que eu cheguei na escola, me informaram que seria as 9h.

É isso ai, colega! Caos, desordem, destruição!!! CESPE mais uma vez inovando divulgou que a prova seria as 8h, eu achei que fosse as 9h e era as 8h15 (pra minha sorte).

Resultado da confusão: fiz as primeiras questões fora do meu estado normal. Não sabia sequer o que eu estava lendo, não conseguia me ajeitar na cadeira, não conseguia pensar. Depois que engatei na coisa consegui render melhor. E no fim das contas o concurso público não depende só de estudo, mas de MUITA preparação física e psicológica.

Até mais!

AssinaturaVeronica

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism