JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

5 de ago de 2013

Cara de pau nível infinito

É meus nobres e caros amigos, tem coisa que parece mentira mas é verdade, tem coisa que parece verdade mas é mentira e tem coisa que a gente não sabe definir, mas sabe que se alguém contasse a gente não ia acreditar, como por exemplo a história que nós passamos a contar abaixo. Leiam e depois digam se isso não é difícil de acreditar:
Em janeiro de 2000, Kathleen Robertson estava feliz e contente andando em uma loja de móveis de Austin, Texas, quando tropeçou em uma criancinha que corria enlouquecida e descontrolada pela loja. Resultado: ela levou um tombo e quebrou o tornozelo. É, que chato.

Esperta que é, Kathleen meteu um processo na loja e pediu 780 mil dólares de indenização – afinal, onde já se viu deixar uma criança correr ensandecida daquele jeito? E não é que a mulher ganhou o processo? Pois é, mas você não sabe do pior. Quem era a criança mal criada? 
O filho da Sra. Kathleen Robertson.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism