JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

21 de ago de 2013

Querido professor, onde está a minha prova?

Ola pessoas lindas e faceiras do mundo juridico
Acho que aqui na coluna já falei sobre todos os tipos de professores: os chatos, os malandrões que acham que nos enganam nos fazendo dar aulas por eles, os matões, os arrogantes, os terroristas, os que acham que são o terror das novinhas, e por aí vai.
Porém tem alguns que superam todas as suas expectativas, e além de reunir todas essas qualidades, ainda te reprovam na matéria. Obviamente, sem você ter contribuído em nada para isso.
Vingancinha? Falta de organização (leia-se perda de provas e trabalhos)? Vai saber né. Acho que o Globo Repórter deveria dedicar uma matéria sobre isso.

images (2)
Imaginem vocês se matricularem em uma matéria que não está encaixada na grade de vocês, ou seja, fazer para adiantar.
E imaginem uma porcaria de uma matéria chata!! Ou melhor, eu não acredito que existam disciplinas chatas, acredito que existam professores que ajudam a torná-la torturante.
Pois é. O cara era confuso, desorganizado, falava palavrão aos montes (não estou querendo bancar a que nunca fala palavrão, mas tem hora pra tudo), e fazia cosplay do Faustão, quando interrompia a pessoa no meio de uma pergunta.
Dá licença né?? Isso quando não queria bancar o Tio Sukita e soltava piadinhas marotas quando as meninas saíam da sala pra tomar um ar. O que acontecia muitas vezes, porque ficar naquela aula era tipo uma Instigação ao Suicídio (consultar o 122 do cp).
Pois é. Toda sexta feira era a mesma coisa. E sexta feira último horário tá? Então você imagina sexta feira no último horário você ter que aturar isso o semestre inteiro.
Bom, eu aturei, cumpri minhas obrigações de aluna, fiz todos os "trabalhinhos", e também a única prova, que era o que valia alguma nota. Prova esta que o prof  não nos devolveu. Mas a nota saiu no mesmo dia, eu havia tirado 7.6 se não estou enganada.
Eis que para minha surpresa, minha média nesta disciplina consta como
Zeroooo! Acreditam? Fui reprovada!! Mal pude acreditar. Na mesma hora me armei de toda calma e classe que me é intrínseca e fui atrás do prof para ver o que tinha acontecido.
Porque né, nessas horas temos que engolir a raiva e se fazer de bem simpática para mudar alguma coisa. Então falar com ele, expliquei que não entendi porque minha nota estava zero, se eu tinha feito a prova, e tinha tido presença nas aulas. Ele disse que ia ver o que tinha acontecido.
Esperei uma semana, e então fui falar com ele novamente, porque não havia me dado retorno. Ele estava todo apressadinho andando pelos corredores, sabe assim quando nem ouve direito o que você tem pra falar? Que óóóódio!
Mas eu insisti em falar com ele. Ele teve a cara de pau de me falar que eu NÃO tinha feito a prova, que ele não tinha achado. E que não tinha o que fazer.
"Bom professor, então o Sr. perdeu minha prova, porque eu estava na sala no dia e fiz a prova".
Lógico que ele fez cosplay do Faustão e assim que eu terminei de falar "perdeu a minha prova", ele parou de andar (porque ele não teve a capacidade de parar pra falar comigo) olhou pra mim e disse "o que, você tá falando agora que eu PERDI a sua prova"???
Ué. Hahaha é só somar dois e dois... Se eu ESTAVA no dia da prova, se eu fiz a prova, e inclusive me lembro até da nota da prova... Isso quer dizer que... Tcha-rãn! Você perdeu minha prova sim!!
Falei isso pra ele. Só não a parte do "tcha-rããn"! Mas a minha cara deu a entender que não era algo muito difícil de concluir.
Até vocês devem ter concluído isso sem chegar ao final do texto.
É isso ai gente, estou completamente emputecida, e já entrei com um recurso para ele devolver a minha prova, e ele tem dez dias para responder por e-mail, mas como ele deve ser daqueles que não mexem em e-mail e tem pane tecnológico, só Deus sabe o que pode acontecer agora.
Oremos.
Beijjinhos.

assinaturarafa

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism