JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

26 de ago de 2013

Os bandidos com nomes mais esquisitos do Brasil

Codinomes bandidos

No mundo do crime é comum que apelidos ganhem mais visibilidade que nomes próprios. Exemplo disso são os cartazes do Disque-Denúncia, que estampam os codinomes logo após a foto do procurado. Enquanto uns intimidam, outros chamam atenção por sua esquisitice. Veja a seleção de 5 codinomes curiosos feita pelo Portal Terra.

Orelhinha

Rogério dos Santos foi um dos sequestradores que mantiveram o jogador Valdivia, do Palmeiras, e sua mulher reféns por cerca de três horas em 7 de junho de 2012, em São Paulo. Preso, o criminoso confessou o crime e foi indiciado por extorsão, roubo mediante sequestro e estupro. A última acusação se baseia no relato da mulher do jogador, que disse que o criminoso teria acariciado seus seios quando o marido desceu do carro para sacar dinheiro

orelhinhaXaropinho

Suspeito de ser o assassino do cinegrafista da TV Bandeirantes Gelson Domingos - morto quando cobria uma operação policial na favela de Antares, na zona oeste do Rio de Janeiro -, Errison Lopes de Souza pertence ao Comando Vermelho, onde atuaria como segurança. Desde 14 de fevereiro ele é procurado pela polícia. Informações que levem a seu paradeiro valem R$ 1 mil no Disque-Denúncia.

Pão com Ovo

Apontado por outros traficantes como “dono” da favela Nova Brasília, em Niterói (RJ), Luiz Cláudio Gomes ficou conhecido após planejar o assassinato do ex-secretário de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro, coronel Cesar Rubens Monteiro de Carvalho. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por associação ao crime de tráfico, roubo qualificado e sequestros ocorridos no morro dos Marítimos.

xaropinho

Olho de Vidro

Luis Carlos Nesse José já fez parte da lista dos criminosos mais procurados pela polícia carioca, que chegou a oferecer R$ 2 mil de recompensa por informações sobre seu paradeiro. Ele foi morto durante operação policial no Complexo do Alemão em 29 de novembro de 2010. Na época, foi apontado como líder da ação criminosa que roubou, em um único final de semana, 20 veículos.

Manteiguinha

Preso pela Polinter em dezembro de 2010, Wellington Fernandes de Freitas é considerado pela polícia o maior assaltante de joalherias do Rio de Janeiro. O valor oferecido por informações sobre seu paradeiro chegou a R$ 10 mil. Em fevereiro de 2009, o criminoso realizou um de seus maiores feitos: levou R$ 1 milhão em joias de um shopping na Barra da Tijuca. Além do Rio, Wellington também atuou nos Estados de São Paulo e Espírito Santo.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism