JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

30 de set de 2013

Estudante de direito é presa por aplicar o golpe do bilhete premiado

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, cumpriu o Mandado de Prisão Preventiva em desfavor de Ana Paula Assis (27) na noite do último sábado, 28 de setembro, no bairro Taboleiro em Camboriú. Ela é acusada de participar em conjunto com a mãe e irmão de uma quadrilha que aplicava golpes do bilhete premiado.

Entenda o caso

No dia 14 de fevereiro, Serlei Aparecida de Almeida, 50 anos, e seu filho Sergio Assis Junior, 25 anos, foram presos no bairro Nações, em Balneário Camboriú pelos Policiais Civis da DIC. Contra eles havia um Mandado de Prisão expedido pela Justiça Catarinense. Os dois foram apontados como integrantes de uma quadrilha que aplicava golpe do bilhete premiado (artigo 171 do CP- estelionato) em várias cidades do Estado, e estavam sendo investigados pela 1ª Delegacia da Comarca de Itajaí.

ana-paula

As investigações apuraram que Ana Paula, filha de Serlei, também fazia parte da quadrilha, mas na ocasião não foi localizada e ainda se encontrava foragida. A acusada cursava Direito em uma universidade da região.

Através de uma denúncia anônima, os policiais da DIC foram informados que Ana Paula estava morando em um apartamento localizado na Rua Jacarandá no bairro Taboleiro em Camboriú. Após monitoramento, os policiais a localizaram e proferiram voz de prisão à acusada no momento em que ela chegava a sua residência.

Após os procedimentos cartorários, Ana Paula foi conduzida ao Presídio Regional de Itajaí, no bairro Nossa Senhora das Graças em Itajaí.

Fonte: Click Camboriú

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism