JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

24 de set de 2013

O povo brasileiro é um dos mais invejosos do mundo.

Não fosse esse um blog jurídico sério e com postagens deveras elucidativas e esclarecedoras, começaria este texto com um bordão de Maria Vanúbia, aquela barraqueira da novela da globo que acabou dias atrás.

Não, pera, o N.E.D. não é um blog sério, respeitado e tampouco temos postagens elucidativas, assim, bora começar o texto com a seguinte expressão:

“PI PI PI PI PI olha o recalque”

Se você é um nerd que não assiste televisão, não está ligado nas fofocas, e apenas entende de leis, doutrinas e jurisprudências, este texto não é pra você, uma vez que sua virgem pessoa sequer sabe o que significa a expressão acima.

Pois bem, o “pi pi pi pi pi olha o recalque” é uma indireta nas pessoas que não conseguem aceitar ou suportar o sucesso alheio, e se tem uma coisa que muita gente não consegue, é isso, aceitar que alguém possa ser capaz, competente e ficar rico.

Nesta semana foi ao ar no N.E.D. uma notícia de um advogado goiano que ficou rico pra caramba, e pra demonstrar o seu poderio financeiro e sambar na cara da sociedade, o cara que ficou rico às custas do seu trabalho foi lá, comprou uma Ferrari, um avião, conseguiu uma namorada deveras bonita e com o bônus de ser 40 anos mais nova que ele.

Nada mais justo, afinal, o dinheiro foi conquistado por ele, ele que gaste como bem entender, mas acontece que um tal de povo lazarentamente invejoso começou a criticar o cara, chamando-o de babaca, falando que ele não era humilde, exibido, disseram até que mostrar os seus bens era uma afronta.

Aí eu comecei a pensar, que bando de hipócritas do caralho, seus bando de recalcados duzinferno!

Tá mais do que certo o Dr. Djalma Rezende (esse é o nome dele) em fazer o que ele faz, não é errado ficar rico licitamente, não é feio fazer sucesso, não é proibido comprar itens caros com o dinheiro que ganha, e menos errado ainda é querer casar com uma mulher linda. Nem vou entrar no mérito dela estar com ele pelo dinheiro ou não porque isso não me interessa.

O povo mimizento ao invés de criticar, deveria sentar a bundinha na cadeira e se espelhar em caras como este e pensar: vou estudar, me dedicar pra um dia ficar rico igual esse advogado aí.

Esse “advogado aí” tinha que ser usado de paradigma do bem, só que não né, o povo prefere chamar ele de metido, de exibido e coisas assim.

adv aviao

Aos que criticaram, sugiro uma coisa marota, quando vocês ficarem ricos e poderosos como o honrado causídico, muito embora eu ache difícil algum invejoso desses ficar rico, pois essa galera sabe só destruir e não constroem nada, ao invés de comprar ferraris, doem o dinheiro para ONGs, ao invés de aviões, se ofereça para melhorar a infra estrutura dos aeroportos, até lá, permaneça calado e aplauda o sucesso alheio, porque ó...

A inveja é uma merda!

AssinaturaLivan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism