JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

11 de out de 2013

Advogado se fantasiou de “Alice no país das maravilhas” e foi ao fórum

Um advogado da Nova Zelândia que trocou o terno e a gravata por um vestidinho à moda de "Alice no País das Maravilhas", para reclamar do "excesso de homens no Judiciário do país" encerrou o protesto na quarta-feira (14), após ser multado e suspenso, por três meses, pela Suprema Corte do país por ter divulgado na internet documentos confidenciais de um processo.

0,,7883708,00Depois da sentença, Rob Moodie, que desde 21 de outubro de 2006 havia mudado seu nome para "Senhorita Alice", anunciou que estava encerrando seu protesto porque ele "já não precisava mais aparecer em um ambiente do século XIX que permite que a pompa, a presunção e a complacência eclipsem a verdade".

Mood usava o mesmo vestido (e os mesmos sapatos) da personagem infantil criada pelo escritor Lewis Carroll.
Em 2006, uma perícia havia incriminado um casal de fazendeiros pela queda de uma ponte construída pelo exército em sua propriedade. O doutor Moodie obteve documentos provando que os engenheiros da Força de Defesa da Nova Zelândia haviam usado madeira imprópria para a obra. O juiz proibiu a divulgação desses documentos.
Indignado, o veterano da lei iniciou o protesto, apontado pelo jornal londrino "The Times" como a mais bizarra conduta de um advogado em 2006.
Moodie declarou ainda que está abandonando a carreira. Ele tem 68 anos, é casado e tem três filhos.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism