JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

11 de out de 2013

Carteirinha ou carteira da OAB, pra mim tanto faz.

E a advocacia coxinha ataca novamente! Desde a criação do N.E.D. lá em 2008 a gente vem combatendo fortemente o formalismo em excesso e os coxinhas que transitam neste vasto mundo jurídico, contudo tal batalha parece ser perdida, pois o número de advogados “pró-coxice” parece aumentar a cada dia.

A mais nova briga no mundo jurídico não diz respeito aos embargos infringentes no caso do mensalão, tampouco se relaciona com o novo projeto do Código de Processo Civil, a discussão do momento é muito mais importante (só que não).

Vocês acreditam que a galera anda discutindo nas redes sociais por conta de como chamamos o nosso documento de identificação? Sim, a “cor de rosa” vem sendo alvo de brigas ferrenhas, pois alguns advogados não admite que a chamemos de carteirinha, pois segundo eles, carteirinha é de clube, e o que nós, os advogados temos é CARTEIRA!

Seguindo o título do texto, carteirinha ou carteira da OAB, pra mim tanto faz, eu já sou advogado e não to nem aí pra quem chama de carteirinha ou de carteira, afinal, chamando de um ou de outro, a finalidade dela é a mesma.

Carteira-da-OAB-624x832

Trata-se de uma discussão inócua e sem valor algum, pois isso não vai alterar a cotação do dólar, não vai mudar o entendimento de uma tese pelo juiz, e muito menos vai prejudicar alguém que ache correto chamar de carteirinha da OAB.

Tudo bem que o dicionário define como carteira, pois segundo o “pai dos burros”, carteira é o documento, oficial ou não, em forma de caderneta, que contém dados pessoais ou de identificação de seu portador, ou qualificações, informações, autorização etc., mas não é por isso que temos que obedecer o tal livreto, até mesmo porque a gente não usa todas as palavras do dicionário da forma que ele as define.

Assim, isso só demonstra que nós, os advogados somos chatos pra caramba, e desde os tempos da faculdade de direito a gente começa a “encoxinhar”, pois somos bombardeados com o pânico de reprovar na prova da OAB, de que devemos nos tratar por doutores e que se possível devemos todos ir de terno até para as aulas de hermenêutica jurídica.

Eu não ligo pra ser chamado de doutor, (e muitos coxinhas condenam isso, pois segundo alguns, isso é o que mantém bem clara a relação advogado cliente) quem dirá então o modo que você chama o seu documento de identificação que lhe habilita advogar.

Eu, mais do que ninguém, sei o quanto foi difícil conquistar a minha cor de rosa, e não seria a pessoa que iria desmerecer uma conquista importante, porém não acho que ao chamar de carteirinha da OAB eu esteja desmerecendo o documento de uma entidade como a que nos representa.

Logo, se você acha feio, deselegante ou desrespeitoso, chame o seu documento pessoal de carteira da OAB, mas o meu, que batalhei, dei duro pra conquistar, é carteirinha e ponto final.

AssinaturaLivan

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism