JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

9 de out de 2013

Guia prático dos concursos: o que não fazer (parte 3)

De volta ao nosso guia prático de concursos dessa vez vamos falar sobre um grande absurdo que muitos concurseiros fazem: passar horas a fio estudando sem pausa para descanso.

O corpo cansa, a cabeça cansa, e aquelas dez horas que você passou estudando Direito Constitucional, não vão servir para que você sequer lembre o que é o maldito controle de constitucionalidade. E digo mais: quando encontrar aquela questão na prova ainda vai pensar: nossa, eu nunca vi isso na minha vida!

Chega em casa, pega o material para ver essa ou aquela questão e dá de cara com a resposta daquela que acreditou nunca ter ouvido falar, e pasme: você até fez anotações àquele respeito.

Estudar horas e horas e horas sem parar faz com que o cérebro atinja a estafa e nada mais se aproveita. Se vale a dica é separar várias horas durante o dia todo para poder estudar matérias específicas. Para quem pode se dar ao luxo de ficar em casa por conta dos livros, separe duas horas de manhã, duas horas a tarde e duas horas a noite. A matéria rende muito mais!

NED_0409 (1)

Se como eu, você é um reles trabalhador/concurseiro, pegue uma lei ou um pedaço da matéria para levar ao trabalho. Quando tiver um tempinho pelo menos dê uma lida no conteúdo. Separe quatro horas para estudar todas as noites divididos em dois "períodos" de duas horas cada. No intervalo entre esses períodos, ligue a TV e permaneça em posição de morte cerebral, assistindo NADA. Vá cozinhar, tomar banho, jantar, ou qualquer coisa que o valha.

A quantidade de horas que você estuda por dia só será determinante para limitar em quanto tempo você vai passar naquele concurso: se estudar mais, vai passar logo; se estudar menos, vai demorar um pouco mais.

No entanto, acredite: é melhor estudar menos com qualidade que estudar horrores e não aproveitar nada. Aumente sua perspectiva e prolongue seu prazo para ser aprovado no concurso se sentir-se impossibilitado de estudar seis ou oito horas por dia, mas PASSE!

AssinaturaVeronica

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism