JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

8 de nov de 2013

Diário de um Coxinha – Minha “fraculdade” não presta

Faço parte do corpo discente de uma faculdade do interior paulista. A faculdade que mais transgredi os direitos dos alunos. Estou escrevendo o diário de um coxinha para mostrar a indignação de todos os alunos dessa instituição que se diz de ensino e de Direito.

Primeiro que eles PROIBEM os alunos a ter acesso as suas provas!!! Isso mesmo galerinha, os alunos só podem ver as provas que fazem na faculdade ops, faculdade, mediante pagamento de uma taxa para ser feita uma REVISÃO DE PROVA, ou seja, você precisa pagar para que sua prova possa ser recorrigida por outro professor e, ainda assim, NÃO pode vê-la!!

Como assim você não pode ver sua prova? Como assim não pode ver o que errou e acertou? Como assim as provas não entregues aos alunos? Desrespeito total aos alunos! Ah, e mais um detalhe, ao final do ano as provas são rasgadas... 

Agora vem a questão, porque não entregar a prova, que é um DOCUMENTO PESSOAL DO ALUNO se depois a “faculdade” (se é que pode ser chamada assim) irá rasga-las? Alô MEC, vamos fiscalizar isso aí! Aliás, existem provas dessa faculdade para serem corrigidas no MEC, porque algum professor da instituição não corrigiu certo a prova e não teve humildade de corrigir a prova de novo...

sala

Agora vamos ao ponto dois queridos estudantes de direito. Nessa instituição autocrática os alunos não tem voz alguma. Quer falar com o diretor? Coitadinho de você estudante do primeiro aninho... não pode, ele não atende, quem manda na faculdade é o mantenedor que coloca como funcionários seus advogados pessoais.

E o que vocês acham de o mantenedor marcar as provas? Não aceitar as opiniões dos alunos? Falar mais de meia hora toda a palestra umas coisas sem nexo e chorar mais que amante em velório de peguete rico.

Que tal falarmos agora que os alunos são comprados, ops convocados, para assistir palestras ao troco de receberem um ponto na média final, só para lotar o auditório. Lindo isso né?

E se você programar uma viagem, comprar um pacote maravilhoso para sabe Deus onde e sua faculdade adiar suas provas finais? Só para alunos de quarto ano não poderem se matricular no quinto ano e prestar o exame da ordem? Que vergonha...

E apesar de tudo isso a faculdade é sempre a coitadinha... Dá até dó né coxinhas? 
Tão injustiçada essa fraculdade... ops, faculdade.

Para fechar o assunto cumpre constar que essa faculdade não agrega valor.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism