JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

2 de dez de 2013

Bug no aplicativo Lulu revela identidade de todas que avaliaram perfis

Com a promessa de avaliar homens sem ser identificada o aplicativo Lulu vem tomando conta da maioria dos celulares das garotas nas ultimas semanas. O aplicativo, que é bem simples, permite que mulheres respondam perguntas sobre homens que conhecem com o intuito de apontar qualidades e defeitos, ao final das perguntas o aplicativo dá uma nota para o homem avaliado.

Nos últimos dias a noticia de que o perfil de todas as mulheres que fizeram uso do aplicativo poderiam ter sido revelados causou grande espanto, a principio um Hacker teria invadido os servidores do aplicativo e até então roubado tais dados, porém a verdade foi revelada. Tal Hacker na verdade é Daniel Tyler, de 27 anos, programador e aluno do último semestre do curso de Engenharia da Computação de uma universidade pública no Estado de São Paulo. Daniel explica como conseguiu realizar tal feito:

700-864718

“O Lulu é todo desenvolvido em FQL, que é bem similar ao conhecido SQL, no qual sempre tive muita facilidade. Nesse tipo de linguagem os cookies do Facebook de todos ficam armazenados e criptografados no aplicativo, olhei com um pouco mais de atenção para as linhas do código fonte e consegui detectar uma falha, pela qual consegui o link de todos os perfis”.

Há algum tempo atrás Daniel teve uma péssima experiência com sua namorada, que o traiu com outro estudante da faculdade e depois de terminar o namoro espalhou falsos boatos sobre ele, em especial sobre seu desempenho sexual. Daniel complementa:

“Acho ridículo isso, se as mulheres tem algo a dizer sobre os homens que isso dito diretamente pra ele. O Lulu é uma porta aberta para garotas que querem ofender a reputação de qualquer homem, especialmente aqueles que, assim como eu, não possuem tantas habilidades na cama”.

A empresa responsável pelo aplicativo se manifestou e disse que o ato do estudante não ficará impune, pois sua atitude acabou com todo o marketing positivo do aplicativo, que garantia que ninguém teria acesso aos dados das garotas que avaliaram qualquer pessoa. Respondendo sobre a manifestação da empresa, Daniel afirma que não se sente nem um pouco arrependido, diz que fez um grande favor apontando falhas no aplicativo e que o vai continuar fazendo até expor todas as garotas que fizeram avaliações.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism