JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

16 de dez de 2013

Estudante chega atrasado na prova da OAB e culpa o horário de verão

O candidato ao Exame de Ordem, Fred Rios, esqueceu o horário de verão e chegou três minutos após os portões fecharem pensando que a prova começaria às 13 horas, no horário de Fortaleza. Como ele, cerca de 20 candidatos perderam a prova por causa da confusão com o horário.

"Eu estava tranquilo, achando que ia chegar com antecedência'', disse. Estava no supermercado ao lado do local de prova, quando outras pessoas avisaram que o teste começaria em instantes, ele se dirigiu à entrada, mas não deu tempo. ''Tenho um emprego dependendo do Exame'', disse Rios, que se formou neste ano em direito.

atrasado

Os atrasados ficaram na porta da universidade, bastante revoltados e até acionaram a Polícia Militar. Segundo eles, em edições anteriores a prova obedeceu o horário local. Nenhum responsável saiu para conversar com os estudantes. Um dos policiais chegou a entrar para conversar com os coordenadores da prova, no entanto, não foi permitida a entrada dos retardatários.

Eliana Arraes também achou que a prova seria 13 horas no horário local e lamentou não ter conseguido entrar. Ela iria tentar o Exame pela sexta vez. "Não aguento mais fazer essa prova. Na vez passada não passei por três décimos. Recorri, mas não analisaram o recurso. Minha vida depende desta prova'', disse.

A coordenadora de finanças, Maria Alice Ribeiro, era uma das candidatas que mais choravam na porta de entrada do local de prova. "Fiquei até as 5 horas da manhã estudando para essa prova. Eu tinha certeza quer era 1 hora da tarde aqui", afirmou. Seria a primeira vez que Maria Alice, de 30 anos, tentaria o Exame de Ordem. Ela acabou de se formar em Direito.

Prova
Cerca de 120 mil candidatos estão inscritos no XII Exame de Ordem Unificado no país que ocorre desde as 13 horas (horário de Brasília). A prova objetiva tem 80 questões e o gabarito será divulgado às 22h.

Este será o primeiro exame a ser realizado com a regra da “repescagem”. A nova regra permite que o candidato reprovado na segunda fase, a prática-profissional, aproveite a aprovação da primeira fase na edição seguinte do exame.

De acordo com o edital, a prova objetiva é de caráter eliminatório. As questões são de múltipla escolha e integram disciplinas profissionalizantes obrigatórias do curso de direito como: direitos humanos, código do consumidor, estatuto da criança e do adolescente, direito ambiental, direito internacional, filosofia do direito, estatuto da advocacia e da OAB, regulamento geral e Código de ética e disciplina da OAB.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism