JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

17 de jul de 2014

ABESTADO - JUSTIÇA MANDA SUSPENDER COMERCIAL DE TIRIRICA

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo determinou em liminar a suspensão do comercial da marca BomNegócio.com estrelada pelo humorista e deputado federal Tiririca. A retirada do anúncio pelas emissoras de rádio e TV foi pedida na noite de ontem, terça-feira, mesma data de estreia da propaganda.

Na visão do juiz Cauduro Padim, a publicidade fere a lei eleitoral que pede isonomia nas oportunidades de aparição dos candidatos ao público durante as eleições. Tiririca disputará reeleição pelo Partido da República (PR), que protocolou a ação.

A decisão pretende "restringir a divulgação da pessoa do candidato por meios não disponibilizados igualmente a todos os candidatos, evitando assim um desequilíbrio indesejado na disputa entre os concorrentes", define o magistrado.

O juiz afirma ainda que a veiculação do filme dentro período eleitoral foi premeditada, pois a peça publicitária teria sido gravada desde janeiro deste ano.

abestado

Procurado pela reportagem, o BomNegócio.com afirmou através de comunicado que aguardará a notificação do órgão para tomar as devidas providências.

“A empresa pensou em artistas por suas atitudes originais, que pudessem emprestar sua personalidade para explicar o que é um bom negócio. O comercial com o Tiririca segue o mesmo conceito que os anteriores, com a Narcisa Tamborindeguy, o Sergio Mallandro e Compadre Washington, por exemplo”, defende-se a marca.
Para o BomNegócio.com, "o humor característico dessas personalidades, aliado à forma como elas atuam, torna muito claro para o público a proposta do site".

No comercial, um casal está prestes a sair de casa quando, de repente, eles são surpreendidos por gritos de um cooler que está no canto da sala.

O objeto interpretado por Tiririca insiste para que o homem o leve para sair no lugar da mulher e chega a chamar o interlocutor de "excelentíssimo abestado".

Fonte: Exame

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism