JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

13 de ago de 2014

ESTUDANTE DE DIREITO É EXPULSO DA FACULDADE POR APLICAR TROTE RACISTA

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) decidiu nesta terça-feira (12) expulsar um dos alunos envolvidos em um trote polêmico na Faculdade de Direito em março de 2013. De acordo com a universidade, outros três estudantes foram suspensos por um semestre.

O caso ganhou repercussão após fotos da recepção de calouros começarem a circular na internet. Em uma das imagens postadas, uma jovem aparece pintada de preto e tem uma placa de papel pendurada no pescoço com os dizeres “caloura Chica da Silva”, as mãos dela estão acorrentadas e um rapaz segura essa corrente. Na outra imagem, três jovens, um deles com um pequeno bigode, fazem um gesto típico dos nazistas – a mão esticada para frente – ao lado de um rapaz amarrado a uma pilastra.

racistatrote

De acordo com a universidade, este aluno que tinha um bigode e fazia o gesto nazista foi o expulso. Os quatro envolvidos eram estudantes de Direito na época do trote.

A decisão foi tomada pelo Conselho Universitário durante uma reunião nesta terça-feira. Conforme a UFMG, a recomendação foi feita por uma comissão de professores encarregada de conduzir o processo administrativo disciplinar instaurado contra os estudantes. A comissão trabalhou no caso desde 7 de outubro de 2013.

No parecer final, segundo a UFMG, a comissão considerou que as imagens “são repulsivas e remontam a situações simbólicas de discriminação histórica, além de atentar contra as conquistas da liberdade, igualdade e diversidade garantidas juridicamente, o que não pode ser olvidado, especialmente em uma faculdade de direito”.

Os estudantes não foram localizados para comentar a decisão.

Fonte: G1

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism