JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

10 de set de 2014

ADVOGADA ENCOMENDA A PRÓPRIA MORTE

A advogada Giovana Mathias Manzano, 35, moradora da cidade de Penápolis (425 km de São Paulo), encomendou a própria morte pagando R$ 2.000 a dois jovens.

A polícia prendeu na quinta-feira (23) Wellington de Oliveira Macedo, 21, que confessou o crime. Um jovem de 18 anos, cujo nome não foi divulgado, também teria participado da ação.

Giovana foi morta com três tiros e teve seu carro incendiado em um canavial. Ela deixou uma carta de despedida para a família, o que levou a polícia a trabalhar com a hipótese de que ela sabia que iria morrer.

A polícia trabalha com a ideia de que a jovem sofria de depressão profunda.

cats

Ela mesma escolheu o local onde seria o crime e conduziu seu veículo até o canavial. Ela desceu do carro, caminhou e levou os três tiros.

A moça teria contratado o serviço por R$ 20 mil, mas teria entregado apenas R$ 2.000 em um envelope.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism