JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

2 de set de 2014

DIÁRIO DE UM ESTAGIÁRIO – A CULPA É MINHA E EU COLOCO ELA EM QUEM EU QUISER

Olá belíssimos abiguinhos (estou fanha), não é que a macumba das inimigas funcionou minha gente!! Passei a semana toda de arrasto, dando em média setenta espirros por minuto, o ranho caindo sobre os processos, mesmo assim, trabalhei feito mula, não é fácil essa vida de empreguete, tirar pó, varrer, fazer chá, remeter processo, despachar, juntar petição, ter que ensinar a estagiária nova e continuar levando as chibatadas diárias. Mas para o desespero das inimigas: eu estou mais bela e magra.

Como se já não bastasse levar a culpa das estrelas, a culpa do Chaves, a culpa por ter quebrado algo, a culpa por tudo que der errado, a culpa por ser estagiário, e a culpa por simplesmente existir, agora temos que nos submeter as câmeras do reality show que é o estágio, afinal, estagiário não pode ter uma vida sociável! Bons tempos quando você podia acessar os sites da China, as redes sociais, baixar filmes, dar uma olhadinha no melhor blog desse universo inteirinho, NED <3, e conversar com os colegas do quilombo no msn jurídico, o pandion, sem ser vigiado, bons tempos...

Eu batendo um papo com a minha companheira de senzala pelo pandion, trocando informações sobre um processo bafônico que apareceu e atualizando a TV Fama de São Joaquim, batendo um papo profissional, bem de boa, quando minha companheira precisa se ausentar por alguns minutinhos. Assim que ela retorna minha gente, nossa conversa produtiva estava sendo lida descaradamente, como se fosse minha coluna, famosa e pública, afinal, assunto de estagiário deve gerar muita curiosidade e polêmica!! Se fosse um estagiário... “CORTEM AS CABEÇAS!!!” Mas obviamente, a culpa não foi de quem estava lendo as conversas senzalísticas, e sim da estagiária, que deixou o pandion “aberto”.

unnamed

Esses dias estávamos com um problema interno no funcionamento do SAJ, vivia travando, estava mais lento que o normal, e nada de resolver! O Enio, T.I já estava surtando, com tantas reclamações, quando descobriu que a internet estava estilo “Barrichello” porque estavam usando algo que extrapolava o “normal”, as investigações começaram. Missão solucionar o problema: foi cumprida com sucesso! Mas qual é a dúvida, que os primeiros computadores a serem investigados, foram os ocupados por nós, estagiários? Eu já estava ficando bem atacada, já estava quase de luto por não poder fazer minhas comprinhas da China pesquisas e acessar as jurisprudências. Graças ao grande Goku, o motivo era os filmes que estavam baixando, e adivinhem? Não era um estagiário!! Ah, já saí sambando por não ter levado a culpa por essa! Ninguém mais tocou no assunto, se fosse um estagiário? 500 chibatadas no tronco e adeus estágio remunerado.

Um dos meus poetas preferidos, Homer Simpson já dizia: “A culpa é minha e eu coloco ela em quem eu quiser”. Depois de ter que corrigir tantos processos, levar a culpa que nem era TÃO minha, eu aprendi que se levar a culpa mais uma vez (leia-se sempre), eu coloco ela na estagiária nova, afinal, a culpa é minha né?

Quero mandar um beijo no tum tum das minhas amigas Luize, (que me sugeriu a imagem de hoje) e outro pra Sabrina, que compartilhou comigo essas histórias! (estagiárias competentíssimas) Pri, beijo pra você também bela!!

Gente bonita, até semana que vem. Que tenhamos uma semana iluminada, cheia de boas energias, aquele beijo de pão de queijo!

Tais

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism