JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

30 de set de 2014

DIÁRIO DE UM ESTAGIÁRIO – ESTAGIÁRIO TEM QUE TER APELIDO

Belíssimos do meu coraçãozinho!! Que semana radiante e agradável hein? Com cheirinho de férias, de folga, cheirinho daquele soninho depois do almoço, ficar de pijama o dia todo, cheirinho de vadiagem mesmo. Nem estou acreditando que estou de férias, que palavra gostosa de se pronunciar, F É R I A S! Nossa, chego a salivar. Na real, eu salivo com a caixa de bombons que ganhei da assessora de boas férias, e estou devorando enquanto escrevo, uma querida, fiquei toda saltitante com o agrado. Mas e o projeto fitness Taís? Ai me respeite queridinhos, estou de TPM e o chocolatinho está liberado, lembrem das recomendações médicas do outro dia... Mas como todo estagiário tem que sofrer, adivinhem!!! Acho que meu sentido do olfato anda meio alterado, pois só sinto cheirinho de doutrinas, provas, provas, provas e mais provas... Férias do estágio, ok, mas da faculdade meus caros, vou fazer hora extra para dar conta de tudo!!

Essa semana foi super tranquila, meu chefe está de férias (ele é juiz, rico, tem poder e férias de verdade, daquelas que você viaja e fica de pernas pro ar), e conseguimos deixar o gabinete todo em dia, despachamos TODOS, isso mesmo, T-O-D-O-S os processos físicos, (isso eu só imaginava em sonho) ficamos todos emocionados! As sentenças estão bem em dia, os processos virtuais também, consegui fazer vários na sexta-feira antes de sair. Somos muito competentes (além de belos e magros).

Como não aconteceu nada de relevante durante a semana resolvi falar dos apelidos do pessoal, o meu chefe adora colocar apelidinhos bem “carinhosos” nos estagiários. Tipo, padeiro, assombração, menudinha, cenoura, fofolete, Susi, gaúcho de apartamento, saudades da querência, sorvetão, pesadelo, entre outros... Nem queiram saber o significado de cada um!!

Luciana-Gimenez-cabelo-loiro

Para ser “justa” vou falar do meu (um dos): Gimenez, dizem que me pareço com a Lulu Superpop, aí o doutor (que não perde uma), e outros funcionários acabaram adotando esse “apelido”, que pegou! Muitas vezes, me chamavam de Luciana na frente dos outros. Os advogados aqui de São Joaquim, me conhecem, sabem que meu nome é Taíspetacular, e que é coisa do doutor apelidar e tudo mais. Mas, e os advogados de fora? Terminava uma audiência, vinham me pedir o processo para levar em carga, ou qualquer outra coisa. Educadamente me chamavam pelo nome: Luciana! Putz... Já fico irritadinha quando escrevem meu nome com “h”, com “z”, ou sem acento, imagine me chamarem por um nome completamente diferente. O que dizer numa situação dessas, em que o cidadão não lhe conhece e ouve lhe chamarem por esse nome? Resolvi contar a história né. “Doutor, meu nome não é Luciana, o pessoal me chama assim, porque me acham parecida com a Luciana Gimenez, mas meu nome é Taís”. Nossa, pra quê? “Ah, realmente você é muito parecida mesmo”, “Gosta de Rolling Stones também?”, “Toma o shake?” e blá blá blá. Bem engraçadinho. Já respondia que queria mesmo era ter o dinheirinho dela e mudava de assunto perguntando sobre o processo.

Depois não querem que eu ande desfilando pelo “fóru”, jogando meu cabelo sedoso como se estivesse num comercial da TRESemmé, já sou metidinha por natureza minha gente! (a mais iludida) Pelo menos ela é belíssima, rica e magra né? Se eu tivesse um pingo da beleza dela, não ia ser escraviária.

E vocês, possuem algum apelido no estágio? Compartilhe comigo, “tamo junto” nessa!

Beijo de pão queijo, boas férias para mim, obrigada! Até semana que vem ;*

Tais

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism