JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

29 de out de 2014

CORINTHIANS QUER PROCESSAR TORCEDORES CORINTIANOS QUE BRIGARAM EM SEU ESTÁDIO

O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, acionou o departamento jurídico do clube para iniciar processo na Justiça contra o torcedor Tiago Aurélio dos Santos Ferreira, que ficou preso em Oruro em 2013 acusado de ligação na morte do boliviano Kevin Espada. A informação foi apresentada pelo O Estado de S. Paulo.

De acordo com a publicação, o Corinthians quer ser ressarcido pelos prejuízos causados na briga ocorrida na arquibancada do Itaquerão no clássico Corinthians x São Paulo, em 21 de setembro, em que Tiago foi flagrado na confusão.

Em virtude da briga, o clube paulista foi multado pelo STJD em R$ 50 mil. O Corinthians quer recuperar esse valor na Justiça processando Tiago.

"Vou determinar ao departamento jurídico que entre com uma ação. Vou procurar saber quem é, pedir para o jurídico verificar e buscar a Justiça", disse Gobbi ao jornal.

TORCEDOR

Tiago é líder de uma torcida uniformizada do Corinthians. Seu histórico de confusões é extenso. Ele ficou preso com outros 11 corintianos na Bolívia. Curiosamente, sua liberdade só foi possível graças à intervenção do Corinthians, que indenizou a famíia de Kevin Espada, fato que possibilitou o retorno dos torcedores ao Brasil.

Tiago foi um dos torcedores que participou da invasão ao CT do Corinthians em fevereiro. Sua última ocorrência aconteceu na briga entre torcedores corintianos no clássico entre Corinthians x São Paulo, em Itaquera. O time alvinegro foi multado e também perdeu um mando de campo no Brasileirão.

Fonte: UOL

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism