JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

29 de jan de 2015

DIÁRIO DE UM CONCURSEIRO – APRESENTANDO MAELEM ARRUDA

Aloha guerreiros!

Saudações. Meu nome é Maelem, tenho 25 anos, sou acadêmica da sexta fase de Direito na UNIPLAC, segunda fase de Administração na UFSC, estagiária no setor de Papiloscopia do IGP pela manhã, auxiliar administrativa na OAB da Justiça do Trabalho no período vespertino, e a noite me visto de mulher gata e vou salvar o mundo garçonete do Oishi Sushi a noite durante minhas férias das faculdades e durante os finais de semana. E sim, sou concurseira e sou a mais nova colunista do NED! E estarei incomodando marcando presença aqui todas as quintas feiras (<3)

Primeiro, quero dizer para você que vai à falência comprando post-its e marca textos, que vai a um churrasco e fica pensando em tudo que poderia estar estudando, e que quando está estudando pensa em todas as cervejas geladas que poderia estar tomando, que periodicamente toma banho de sal grosso com arruda para afastar os invejosos que estão de olho na tua vaga, que nunca sabe o que está acontecendo nas novelas e no BBB, e que quando lê um edital tem certeza que ele mudará para sempre a sua vida: tamo junto brother!

A vida de concurseiro me ensinou muita coisa como rezar o terço, fazer promessa, simpatia, meditação, ir ao psiquiatra, exorcismo as maneiras mais fáceis de memorizar o conteúdo estudado, as dicas mais efetivas, a melhor maneira de lidar com os pensamentos que passam pela cabeça de qualquer concurseiro, bem como com a pressão do mundo externo... E será uma DELÍCIA dividir isso com vocês!

unnamed

Ser concurseiro não é pra qualquer um. Exige saco, café, rivotril paciência, persistência, sagacidade e perspicácia para não apenas fazer, mas fazer da maneira correta. Eu não lembro exatamente quando decidi que queria ser rica diplomata e enfrentar um dos concursos mais concorridos do Brasil – mas essa ideia tomou conta do meu ser e tudo que faço hoje é em busca dessa realização. Mais do que por grana, eu sei que nasci mesmo pra isso. Não é sincero falar que a estabilidade de ser concursada me conquistou, mas eu sei, eu simplesmente sei (sei lá, tenho essas coisas de saber, é um dom sobrenatural) que eu vim ao mundo pra isso. E essa coisa de saber me dá um impulso, um empurrão, uma energia, que me faz continuar na luta. Portanto, concurseiros, fica a primeira dica desta que vos fala: se apaixone pelo seu sonho, se imagine no seu sonho e focalize sua vida em busca de realizar esse sonho. Tudo fica mais gostoso, mais fácil, mais intenso. Aproveite cada minuto de estudo, de trabalho, de lazer e não espere passar e ser nomeado para se sentir feliz. Sinta-se feliz pelo simples fato de lutar por isso todos os dias.

Por fim, deixo aqui meu muito obrigada ao Livan pela oportunidade de fazer parte da família NED, a todos do NED que me receberam com o maior carinho do mundo (#eucomia), e O beijo para meu paizão, minha mãezona, meu mano, toda a minha família linda, meus cachorros, e pro meu grande amor, Ashton Kutcher.

Paz, luz e positividade!

Assinatura Maelem

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism