JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

20 de fev de 2015

DOUTOR COXINHA – O ANO (INFELIZMENTE) SÓ COMEÇA DEPOIS DO CARNAVAL

Feliz ano novo, meus caros e ilustres amigos! Que neste ano que se inicia, todos os nossos pedidos sejam procedentes e que a felicidade venha em forma de tutela antecipada, pois é medida que se impõe!

Acalmem-se amigos, não estou fora do meu juízo perfeito e não será necessário que os competentes advogados iniciem seus trabalhos para apresentar uma ação de interdição. Eu sei perfeitamente que hoje é dia 20 de fevereiro, e sei que pelas tradições, bem como pelo calendário romano, o ano se inicia em primeiro de janeiro, contudo, nós somos residentes do país chamado Brasil.

Sim, nós somos brasileiros, e no Brasil o ano efetivamente começa apenas quando se encerram as festividades carnavalescas, que em tese, deveriam cessar à meia noite de terça feira, contudo, em muitas localidades ainda existem “artistas” sobre os trios elétricos e milhares de pessoas suadas e embriagadas correndo atrás de um caminhão barulhento.

fogos-de-artificio-de-todas-as-cores

Ressalto, porém, que apesar do ano se iniciar apenas agora para a maioria da população, eu me encontro em plena atividade desde o final dos festejos comemorativos de janeiro, até mesmo porque advogado bom não tira férias, mesmo quando está de férias, pois ainda que você esteja em uma paradisíaca praia nordestina, degustando um magnífico coquetel de frutas (sem álcool, é claro) é perfeitamente possível que vossa pessoa tenha à tiracolo uma doutrina, uma revista jurídica ou até mesmo a Constituição Federal para realizar alguns estudos diários.

Profissional competente que sou, leio todos os dias, estudo novas teses, e não me preocupo com o calendário, contudo, a maioria da população brasileira possui um nível cultural um tanto quanto deficitário, assim, para tal fatia da nação, o ano se inicia apenas quando a rede esgoto de televisão anuncia quem foi a escola de samba campeã do carnaval carioca, de modo que somente agora as pessoas perceberam que estamos em atividade.

Assim, o ano está se iniciando agora para o José, que bateu o carro em janeiro e até agora não conseguiu receber do outro motorista os valores referentes ao conserto do carro, inicia-se o ano também para a dona Célia que foi ofendida através da rede social facebook por uma vizinha, bem como para tantas outras pessoas que passaram por intempéries, mas que haviam por bem começar a fazer alguma coisa “só depois do carnaval”.

Com isso, há de se concluir que vivemos em um país de pessoas alienadas, seja pela TV, pelos jornais e por quem mais seja, pois muitos paralisam suas vidas por alguns meses, acabam por se prejudicar, única e exclusivamente por conta desta imbecil cultura de que o ano apenas começa após o Rei Momo decretar o fim das libidinagens.

Deste modo, por ter ciência de que não vivemos em um país sério, pois o homem médio prioriza festas às obrigações, felicito meus nobres amigos e digo-lhes com um certo pesar: SEJAM BEM VINDOS AO ANO DE 2015.

Doutor Coxinha

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism