JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

12 de mar de 2015

DIÁRIO DE UM POSTULANTE – A FORMATURA PASSOU. QUE VENHA A ORDEM

Exame da Ordem batendo na porta, mas confesso que não foi ele que fez meu coração acelerar essa semana.

Sábado passado foi minha formatura e ainda estou emocionada.

Passei a noite de sexta pra sábado praticamente em claro. Ansiedade aflorada.

Uma pessoa muito importante pra mim foi viajar justamente na véspera do grande dia. Sair do Mato Grosso às duas da manhã pra dar tempo de chegar no horário (minha formatura estava marcada para às 10:30) foi tarefa de 007, de agente do FBI, de Hermione com seu vira-tempo. Mas ela havia me prometido e missão dada é missão cumprida.

Infelizmente minha família não pode fazer parte desse momento tão especial, mas tive a honra de ter ao meu lado minha família do coração, amigos que fizeram de tudo pra estar lá.

O grau do nervosismo era tão grande que meu café da manhã foi:

½ fatia de pão

½ xícara de café

1 dose de tequila

A parte boa é que parei de tremer na hora. Super indico.

Fiz o make e corri pra faculdade.

A emoção de colocar a beca é indescritível.

Passou um filme na minha cabeça.

Lembrei do primeiro dia de aula, quando ainda era teenager (entrei com 17 anos), das incontáveis noites que passei estudando, dos perrengues, dos dramas amorosos, dos amigos, dos miojos, do dia em que precisei trancar a facul, de como me senti vitoriosa quando dois anos e meio depois pude voltar pra Curitiba e concluir a faculdade, das provas fodásticas, das provas em duplas, do último dia de aula, da viagem pro Jô Soares, dos professores, do dia em que achei que tiraria sete na banca do tcc e acabei tirando 10, do dia que fui assaltada e me neguei a dar minha mochila, porque estava cheio de livros caros da biblioteca e eu não tinha dinheiro pra pagar (falei pro bandido: você não vai ler!!! Vai jogar tudo na esquina!!! To mais ferrada que você!!!), das superações...

Só eu sei o quanto foi difícil esses anos que passei, mas se eu pudesse escolher, viveria tudo exatamente como foi.

Foram as dificuldades que me ajudaram a ser o que sou hoje.

Não fiz a colação dos ricos. Ainda bem, porque seria muito chato sem a minha família lá.

A minha formatura foi simples, mas extremamente emocionante!

Confesso que na hora que chamaram o meu nome eu caminhei graciosamente como a Tata Werneck caminhou numa novela passada.

Aquele andar de Angel da Victoria Secrets só que ao contrário.

Na hora eu subi no palco, olhei pro público sorri e fui em direção ao reitor.

Quem olhava pensava: Que menina feliz, sorridente.

Quando na verdade a única coisa que passava na minha cabeça era: Não caia! Não caia! Pé direito, pé esquerdo...

Por sorte meus amigos filmaram e pude comprovar que realmente parecia uma pata caminhando.

Tenho um certo problema com saltos.

Fato é...

Peguei meu canudo, joguei o capelo depois da contagem regressiva (capelo este que quase acertou a cabeça do reitor) e comemorei!

Uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Tô formada e a Emma Watson também!!!anacoluna

A formatura foi uma injeção de ânimo pra OAB.

Gostaria de agradecer aos meus amigos que estiveram ao meu lado quando mais precisei, a minha família que me deu estrutura pra fazer a faculdade, ao meu amorzinho que quase entrou na cabine do comandante e assumiu o voo, só pra poder chegar a tempo, aos meu amados pupilos do NED, e à DEUS que me carregou no colo durante toda minha jornada!!!

Que venha a Ordem!

Beijos no tum tum de vocês!

Assinatura Ana Paula

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism