JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

23 de mar de 2015

P#RRA DOUTOR – ADVOGADO ILETRADO DISTRIBUI AÇÃO E PEDE A CONDENAÇÃO DO PRÓPRIO CLIENTE

A gente sabe que nos tempos da máquina de escrever não tinha como o advogado copiar e colar uma petição com facilidade, assim, os nobres causídicos tinham que escrever tudo em todas as ações e isso acabava por ajudar no aprendizado.
E aí veio a tecnologia e ajudou a galera, mas também deixou todo mundo muito mais preguiçoso, pois antes era preciso se socorrer dos livros e depois transcrever tudo, agora basta ir no google, digitar o que se procura e depois copiar e colar na petição.
Contudo, até mesmo pra nobre arte da vadiagem é preciso de técnicas, senão acaba sugindo um “Frankenstein” jurídico em que o advogado não digita nada, apenas vai copiando e colando partes que acha na internet e aí meus nobres, aí deu ruim.
tudoerrado

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism