JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

23 de abr de 2015

DIÁRIO DE UM ESTAGIÁRIO - O MEU PRIMEIRO ESTÁGIO

Olá pessoas garbosas do mundo jurídico, escraviários, família, amigos e vizinhos (todos estão acompanhando)! Haha

Antes de falar com mais vagar sobre o assunto de hoje, gostaria de agradecer pelo apoio e mensagens que tenho recebido. Confesso que não esperava a dimensão tomada pela coluna anterior, ainda mais me apresentando (não que eu não seja interessante, mas...). É uma sensação indescritível, fazer e falar o que gosta e ainda as pessoas curtirem. Espero que não desistam e que continuem acompanhandoJ.

Pós feriado, quarta com cara de segunda, exceto para nós estagiários, pois a maioria trabalhou segunda. Mas o importante é que estamos todos vivos e conforme prometido, eis que estou aqui mais uma semana, das muitas que virão. (Pensamento positivo sempre).

Falando nisso, se tem uma coisa que é preciso ter, é pensamento positivo, (antes, durante e depois) na faculdade de Direito e no estágio.

Já é cientificamente comprovado que pensar positivo, atrai coisas positivas. Apesar de que, eu penso positivamente todo dia, que sou rico e estou indo para a University of Liverpool, no Reino Unido com uma bolsa integral (um dos meus 215610 sonhos), mas até agora, só entro em um busão cheio para ir para o estágio e faculdade.

Ciência a parte. Nem preciso dizer que o estágio é importante e a ladainha toda né (calma vó, não é a ladainha da Nª Senhora) !? Mas preciso dizer que não é nada fácil (não para todos, mas a grande maioria, sofre com a questão). Trocar o certo pelo duvidoso, é fod*@$, mesmo que você nunca tenha trabalhado.

O primeiro estágio, sem dúvidas é um grande passo para qualquer universitário. No início, logo surge àquela insegurança, “colegas” de faculdade, bem como, páginas de humor, com a imagem do estagiário como um escravo, não que seja tão diferente, mas assusta.

Como disse no texto anterior, comecei o meu primeiro estágio, ainda no final do primeiro período, é difícil, mas é possível. Confesso que dei um pouco de sorte para conseguir, mas para a minha permanecia nele, foi necessário muito esforço e determinação. Tive que passar a carroça em frente dos bois e estudar muitaaa coisa que nem tinha visto na faculdade ainda, mas valeu a pena. Além do conhecimento, o estágio te ajuda tanto no cotidiano, na vida, tanto na faculdade.

clip_image001

De acordo com o Instituto de Pesquisas e Finanças NED, a questão financeira é o ponto primordial, quando a questão é fazer estágio, vindo em seguida, os benefícios, área, local e horário.

Sabemos que o Brasil vive uma crise econômica, social e política (o trem está feio), e que dinheiro não é tudo, mas tem escritório ae (eita vontade de citar nomes), que não sabe que a Lei Imperial n.º 3.353, mais conhecida como Lei Áurea, em 1888, extinguiu a escravidão no Brasil. Entretanto, é raro, mas tem muitos escritórios que valorizam o estagiário, investindo e capacitando-os para o futuro.

Escolher a área do primeiro estágio é quase impossível, mas tem gente que pesquisa e tem certa intimidade e ou não por certas áreas, no meu caso por exemplo, não faria nada que tenha ou tivesse Direito Penal, pois como diz meu professor de Direito Civil, é uma área que dá tremedeira.

O local e horário é de suma importância, pelo menos aqui em Sampa, onde determinados lugares, você fica mais no transito do que no próprio estágio.

Atualmente, existem bastante oportunidade de estágios, principalmente nas grandes capitais. Mas muitos são daqueles que você entra as 09:00 e sai as 18:00 horas, e vai de fórum em fórum, tirando cópias de processos sem saber ao menos o que é um processo. Não desmerecendo, mas o mínimo que um estudante e estagiário de direito deve em um estágio, é visar conhecimento e exigir o cumprimento dos seus direitos.

Para quem está começando e pode escolher, é bacana começar em órgãos públicos, o salário não é lá essas coisas, mas a carga horaria é bem reduzida em relação aos estágios tradicionais, e dá para aprender e se adaptar bem.

Já aquele estágio “top”, que cumpri todas as suas exigências, o mercado está cada vez mais competitivo, tanto o privado quanto o público, então se você acha que estuda e se qualifica, tem gente que estuda e investe muito mais. Assim, é sendo necessário muita persistência, porque não é fácil, mas é possível.

Valleeu e até semana que vem!

Anderson Gabriel

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism