JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

20 de jul de 2015

PROTESTO INUSITADO – BACHAREL EM DIREITO DECIDE TIRAR A ROUPA DURANTE A PROVA DA OAB

No último domingo (19) foi realizada mais uma edição da primeira fase da prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que permite que bacharéis em direito possam ter o direito de advogar.

Porém, um acontecimento no mínimo pitoresco aconteceu na cidade de Bragança Paulista, interior de São Paulo.

Durante a realização do exame, a bacharel em Direito Amanda Nudes começou a reclamar da dificuldade da prova, passou a proferir palavras ofensivas tanto à OAB quanto à FGV, empresa organizadora do certame.

Os outros candidatos que se encontravam na sala pediram que os fiscais intervissem para que a aluna permanecesse em silêncio, uma vez que o barulho estava tirando a atenção do demais.

Quando os fiscais pediram para que ela se retirasse da sala, a bacharel em direito começou a gritar “essa prova não mede conhecimento” e decidiu então tirar toda a roupa.

prova

Ela começou a gritar e foi tirando a roupa, quando eu vi ela já estava pelada, mas acho que foi algo decidido no momento, pois ela estava de calcinha bege, e ninguém faz um “show” desses usando calcinha dessa cor, disse Janaina Aguirre, estudante de direito que realizava a prova na mesma sala.

O bacharel Camilo Simplício disse que não se sentiu atrapalhado pelo protesto “deu até uma animada na prova, espero que na segunda fase da prova aconteça um novo strip tease, mas com uma moça mais bonita, pois essa aí estava meio gordinha”

Após ser retirada da sala a bacharel em direito saiu gritando pelos corredores e foi encaminhada para a delegacia da cidade.

Na delegacia Amanda Nudes disse que já prestou a prova por sete vezes e nunca conseguiu avançar para a segunda fase, e quando viu que não conseguiria fazer 40 pontos nesta edição, decidiu protestar.

Meu intuito era fazer anularem a prova e assim ter a chance de realizar uma nova prova sem precisar pagar mais de duzentos reais, disse Amanda, que tem como exemplo Geisy Arruda.

Adoro a Geisy, acho ela uma mulher de fibra e espero um dia ser como ela, finalizou Amanda

Fonte: Embuste News

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism