JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

30 de out de 2015

BAIXARIA? CAMPANHA PELA PRESIDÊNCIA DA OAB/DF TEM ATÉ VÍDEO DE HITLER

A campanha pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB/DF) está cada vez mais acirrada. Começou a circular pelo Whatsapp dos advogados brasilienses uma montagem com o clássico meme que usa trecho do filme alemão “A Queda”, sobre as últimas horas de Adolf Hitler. Desta vez, o candidato Paulo Roque, da chapa OAB Independente, é quem está no papel do ditador nazista.

Os dois opositores de Roque negaram envolvimento com a publicação. Nas redes sociais, Délio Lins e Silva (OAB Pró-Advogado) e Juliano Costa Couto (Somos Mais Ordem) criticaram a montagem e afirmaram que ela prejudica o debate eleitoral.

Daniel Ferreira/Metrópoles

Alvo dos ataques, Paulo Roque classificou a sátira como “jogo baixo” e afirmou que entrará com uma representação formal junto à Comissão Eleitoral. Ele também pedirá a abertura de um inquérito policial. No vídeo, Roque é acusado de manipular pesquisas e de mentir sobre a proposta de gastar apenas R$ 65 mil durante sua campanha.

É um absurdo e um desrespeito com toda minha história de vida. A advocacia é o baluarte da defesa da dignidade. Qual é o sentido de receber na campanha da Ordem um ataque desses? É só porque estamos tendo chance de ganhar?"

Paulo Roque, candidato da chapa OAB Independente

O candidato atacado desconfia que a montagem foi feita por profissionais. “Não é coisa de amador. Essa pessoa se esconde covardemente no anonimato da rede. Mas pedi a meus colaboradores e militantes que não respondam a esses ataques. A cada um deles, nós vamos revidar com propostas”, afirmou.

Assista ao vídeo:

Repúdio
Na opinião de Juliano Costa Couto, a montagem é “absolutamente inconveniente” às eleições. “Eu não tenho nenhuma participação neste vídeo, não tenho razão nenhuma para fazê-lo. Paulo Roque é meu amigo e tenho profundo respeito por ele. Nunca ataquei o professor Paulo Roque e nunca o farei”, ressaltou o candidato à sucessão de Ibaneis Rocha, atual presidente da entidade.

Juliano fez questão de lembrar que,no último debate à presidência da OAB/DF, o candidato Délio Lins e Silva fez críticas às propostas de Paulo Roque. “Quem atacou foi o Délio. Primeiro, dizendo ‘a chapa que se diz nova não é nova’, em referência a eles. E, depois, mencionando a proposta da redução da anuidade, dizendo que ela tinha sido copiada por outro candidato.”

O concorrente Délio Lins e Silva afirmou que a veiculação da montagem “é prejudicial para todos, além de ser de mau gosto e irresponsável”. “Acho covardia negar a autoria de uma mensagem como essa. Isso pode ter repercussão mundial. Imagina se uma pessoa recebe no grupo sem ser advogada, o que vai pensar da campanha da OAB? Ainda mais se tiver alguma relação com esse período histórico lamentável?”

Segundo ele, todas as suas falas durante o debate foram relacionadas a ideias: “Não ataquei ninguém. O que eu falei do Paulo Roque era que nossa plataforma era tão boa, que ele nos copiou na proposta da anuidade. E continuo dizendo”. Délio afirmou também que todo conteúdo produzido por sua equipe é assinado. “Em nenhum momento da campanha jogamos baixo e vamos continuar assim”, reiterou.

Fonte: Metropoles

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism