JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

6 de nov de 2015

ADVOGADO DIZ: ESTAVA VENDO SUA CALCINHA. VENHA COM ROUPA MAIS ADEQUADA SUA CACHORRA

Uma advogada foi chamada de “cachorra” por um colega advogado durante uma audiência de conciliação no Juizado Cível de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, no último dia 27 de outubro.

Pessoas que estiveram presente na sessão informam que Marconi de Souza Reis critica a roupa da causídica Louise Lima Andrade e, em seguida, profere a agressão verbal.

“Repare, dali eu estava vendo sua calcinha. Da próxima vez, venha com uma roupa mais composta. Cachorra!”, atacou.

Um processo administrativo foi instaurado pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA) para apurar a conduta do advogado. A ação corre em sigilo.

Em nota, a presidente da Comissão de Proteção aos Direitos da Mulher da OAB-BA, Andréa Marques Silva repudiou a agressão sofrida pela advogada. “É inadmissível que, ainda nos dias atuais, a mulher sofra censura moral e agressão verbal, de cunho discriminatório de gênero, em razão das suas roupas ou aparência. Não ter direito de propriedade sobre o seu próprio corpo e a sua imagem profissional é uma violência contra a mulher e não pode ser ignorada por esta Seccional”, criticou.

Segundo Andréa, logo após a agressão, a advogada recebeu apoio da comissão e todas as orientações para apuração do caso. A presidente do colegiado destacou, ainda, que “toda advogada, independentemente de classe, raça, etnia, orientação sexual, renda, cultura, idade e religião, goza dos direitos fundamentais, inerentes à pessoa humana”.

Abaixo o áudio da sessão:

Fonte: Bahia News

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism