JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

9 de nov de 2015

HOMEM ASSASSINA NAMORADA AFIRMANDO QUE ELA GRITOU NOME DO “EX” DURANTE O SEXO

De acordo com o portal b.Mundo blastingnews – Only Independent News, um homem assassinou a namorada durante o sexo. O fato ocorreu na Florida, Estados Unidos e chocou o país. Maria Nemeth, de 31 anos, durante a relação sexual teria gritado o nome do ex-marido. Fidel Lopez de 24 anos, atual companheiro da mulher, ficou extremamente irritado e arrancou o intestino dela, a deixando esvair em sangue sobre a cama.

Para o tribunal, Fidel Lopez afirmou que estava bêbado e perdeu o controle quando Maria por duas vezes disse o nome do ex-marido, no momento em que faziam “sexo violento” como relatou o rapaz.

Os policiais que atenderam a ocorrência, relataram que Fidel danificou vários objetos do quarto e do apartamento, e utilizou algumas coisas quebradas para mutilar a namorada. O jovem teria apenas dito aos policias que somente tinha praticado “sexo violento”, entretanto, momentos mais tarde confessou a morte de Maria.

488177

O jornal Mirror, relatou que Fidel começou cortando Maria com pedaços de vidro e depois tentou acordar a moça jogando água em seu rosto, mas ela já estava morta. Fidel teria então lavado as mãos, fumado em cigarro e acionado a polícia, dizendo que Maria não estava respirando. Quando os policiais chegaram ao local, Fidel contou duas versões da história, a primeira que eles estavam bebendo tequila e depois que fizeram sexo a namorada teria passado mal e ido ao banheiro. Mas, questionado pelos policiais, Fidel teria admitido que assassinou a namorada depois dela ter gritado por duas vezes o nome do ex-marido enquanto faziam sexo.

Fonte: Empório do Direito

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism