JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

14 de dez de 2015

JOAQUIM BARBOSA CURTIU ESSA: CIENTISTA DIZ QUE TRABALHAR ANTES DAS 10 HORAS É TORTURA

A história se repete todos os dias para bilhões de pessoas.
Você acorda cedo, enfrenta o trânsito, chega ao trabalho entre 8h e 9h (ainda com sono), pega um café para acordar e encara uma lista de tarefas que devem ser executadas ao longo dia.

Segundo o Dr. Paul Kelley da Universidade de Oxford, isso que você chama de vida tem outro nome: tortura.

Dr. Kelley e uma equipe de pesquisadores confirmaram algo que passa pela cabeça de todos que já cochilaram no transporte a caminho da empresa:começar o trabalho às 9h é uma tortura.
Isso porque o corpo humano funciona a partir de “cronômetros” biológicos.
Eles são chamados de “ritmos circadianos” e são ciclos geneticamente pré-programados que regulam os nossos níveis de energia, as atividade das nossas ondas cerebrais e a produção hormonal.

comecar-trabalhar-antes-das-10h

Kelley é duro nas críticas contra os empregadores

Segundo o especialista: “Nós não podemos mudar nossos ritmos de 24 horas. Você não pode aprender a acordar em um determinado horário…”
“Seu fígado e seu coração têm padrões diferentes e você está pedindo para que eles mudem seus funcionamentos em duas ou três horas”, continua.
“Isso ocorre porque o ritmo humano evoluiu em torno da luz solar, e não com base no trabalho. A jornada de 8 horas surgiu apenas no final do século 18, e foi projetada para maximizar a eficiência”, conclui.
Só que, naquela época, os donos das fábricas não consideraram o relógio natural do corpo. Estavam preocupados apenas em ter uma produção que nunca parasse.
comecar-trabalhar-antes-das-10h-2

O modelo atual não vai durar muito tempo

Embora o modelo de jornada de trabalho de 8 horas tenha aumentado a produtividade das fábricas, agora ele já está perdendo eficácia.
Com a evolução da tecnologia, hoje surgem cada vez mais funções onde os empregados realmente precisam pensar.
A tendência é que cada vez mais trabalhos repetitivos sejam feitos por máquinas, enquanto a parte estratégica ficará a cargo das pessoas.
Como Dr. Kelley disse no Festival Britânico de Ciência em Bradford, “nós temos uma sociedade inteira que está sendo privada do sono”.
a worker senseless walking back home

Por isso, o especialista resolveu fazer uma experiência

A ideia dele foi mudar o horário de início das aulas de uma escola britânica das 8h30 para as 10h. E ele não ficou surpreso quando viu as notas melhorarem em torno de 19%.
Segundo o Dr. Paul Kelley, empresas que obrigam os trabalhadores a começar antes das 10h estão colocando uma grande pressão sobre os sistemas físicos e emocionais de seus funcionários.
Com isso, contribuem para problemas de saúde de longo prazo e maior número de dias de doença.
Para o pesquisador, a privação do sono é responsável pelo consumo diário de 3 xícaras de café por pessoa somente nos Estados Unidos.
Isso significa que os americanos gastam 40 bilhões de dólares por ano apenas para evitar pegar no sono e cair de cara no teclado.
Como Kelley diz, “Esta é uma questão internacional. Todo mundo está sofrendo sem necessidade”.
Fonte: Awebic

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism